Preso acusado de espancar e matar jovem em Mundo Novo

Em cumprimento de mandado de prisão, investigadores da Delegacia
Territorial (DT) de Mundo Novo prenderam, na quarta-feira (25),
Cristiano Santana de Jesus, de 35 anos, acusado de matar Brant Gonçalves
de Jesus, 29, junto com mais cinco comparsas. O crime ocorreu em 8 de
fevereiro, durante a tradicional cavalgada do Povoado de Jequitibá. Os
outros envolvidos no crime foram presos pela polícia cinco dias depois
do crime. Segundo o delegado José
Adriano da Silva, titular da DT/Mundo Novo, a vítima teria chamado uma
moça para dançar e um dos amigos de Cristiano não gostou, passando a
agredi-lo com socos. Para interromper o espancamento, Brant montou em um
cavalo e fugiu, mas acabou entrando numa rua sem saída, sendo novamente
abordado pelos cinco agressores, que o esperavam. Cristiano
desferiu um golpe de faca em Brant, que mesmo depois de ferido
continuou sendo espancado pelos cinco homens. Rafael dos Santos Barreto,
19, Gessivaldo Ferreira Santos, 24, e Nailton Souza dos Santos, 34,
foram presos no dia 13 desde mês. Um adolescente, que também participou
do crime foi apreendido e encaminhado ao Ministério Público. Cristiano
está custodiado na carceragem da DT/Mundo Novo à disposição da Justiça.
(Aratu)