Uma a cada seis mortes no mundo é causada pelo câncer

sicoob campanha

De acordo com estimativas divulgadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o número de mortes no Brasil por conta de câncer aumentou 31% desde 2000 e chegou a 223,4 mil pessoas por ano no final de 2015.

Os números assustadores divulgados pela OMS, lembram ainda que até o início do século, 152 mil brasileiros morriam por ano da doença. Ao final de 2015, essa taxa chegou a 223,4 mil. Hoje, o câncer é a segunda causa de mortes no País, superado apenas por doenças cardiovasculares.

Entre os tumores, o maior responsável pelas mortes é o câncer no sistema respiratório, com 28,4 mil casos em 2015. O câncer de cólon foi o segundo maior responsável por mortes, com 19 mil. Em terceiro lugar vem o tumor de mama, com 18 mil mortes em 2015 no Brasil.

Atualmente, uma a cada seis mortes no mundo é causada por câncer. Mais de 14 milhões de pessoas desenvolvem a doença a cada ano e a projeção indica que esse número irá atingir 21 milhões em 2030. O custo da doença tem sido cada vez maior e já soma US$ 1,1 trilhão em produtividade perdida.

O que mais preocupa a OMS é que a incidência dos casos de câncer é maior nos países em desenvolvimento, chegando a 65% do total de registros. São nessas nações que existem as maiores deficiências em serviços de diagnósticos e em tratamento. A entidade também recomenda o aumento dos gastos públicos, retirando do cidadão o peso de ter que pagar por parte dos tratamentos.

No Brasil especialistas dizem que enquanto isso não acontece de maneira efetiva a população mais carente é quem mais sofrerá com a doença. Contudo vale a pena investir em planos de saúde, seguros de vida com assistência a doenças graves e outras alternativas que podem ser um auxílio ao paciente em caso do acarretamento da doença.