Base Nacional Comum Curricular é homologada pelo Ministério da Educação

Foto: Divulgação / Governo do Brasil
Foto: Divulgação / Governo do Brasil

Quase 50 milhões de alunos terão suas diretrizes educacionais alteradas após o Ministério da Educação homologar a nesta quarta-feira (13) a Base Nacional Comum Curricular (leia mais). A Base irá orientar escolas públicas e privadas na elaboração de currículos para educação infantil e fundamental. De acordo com a Folha de S. Paulo, as escolas terão até 2020 para se adequar ao documento que tem mais de 450 páginas e é dividido em cinco áreas de ensino: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e ensino religioso.  Menções sobre orientação sexual e identidade de gênero foram retiradas do texto após ampla discussão entre os educadores e grupos religiosos. Dentre as mudanças na base está a reformulação das avaliações federais (de alfabetização, ensino fundamental e médio) e dos livros didáticos, que deverão seguir ao conteúdo previsto no currículo nacional.