Mulher pode ter sido enterrada viva em Riachão das Neves

r neves

A dona de casa Rosângela Almeida dos Santos, de  37 anos, pode ter sido enterrada com vida no Cemitério Municipal Nossa Senhora Santana,no município  de Riachão das Neves, no Extremo Oeste da Bahia, no dia 28 de janeiro, conforme informação da Polícia Civil. O corpo de Rosângela foi desenterrado na noite da última sexta-feira, 9 de fevereiro, após um coveiro ouvir gritos dentro de um dos túmulos.

De acordo com informação da polícia, após o caixão ter sido retirado do jazigo, pela mãe de Rosângela, foi constatado que havia lesões nas mãos, indicando que ela tentou sair do local. Seu corpo estava virado e o algodão colocado no nariz também havia sido retirado.

r neves2

Rosângela estava internada no Hospital do Oeste em Barreiras (HO), após passar mal e ser encaminhada a emergência hospital. A causa da morte de Rosângela foi atestado como choque séptico, segundo o atestado de óbito emitido pelo (HO).

Um médico ouvido pelo portal Folha do Vale, explica que é comum a ocorrência de catalepsia (pessoa permanece com os músculos enrijecidos e dá a impressão de estar morto).Segundo ele,o ataque cataléptico pode durar de minutos a alguns dias e o que mais aflige quem sofre da doença é ver e ouvir tudo o que acontece em volta, sem poder reagir fisicamente. As causas, porém, ainda são um mistério, apesar de não faltarem hipóteses e especulações.

O caso será investigação pelo delegado Arnaldo Alves Dumont, que pedirá um novo exame de necropsia. Dependendo do laudo do legista, o delegado poderá responsabilizar o médico que assinou o atestado.

A equipe do portal Folha do Vale tentou contato com o Hospital do Oeste, mas ninguém se pronunciou sobre o fato.

O Corpo de Rosângela foi encaminhado ao IML-Instituto Médico Lega, em Barreiras, na manhã deste sábado (10), por homens da Polícia Técnica. (Folha do Vale)
r neves1