CNJ pede que Moro explique decisão que levantou sigilo da delação de Palocci

Moro levantou sigilo de delação de Palocci | Foto: Reprodução / EHoje
Moro levantou sigilo de delação de Palocci | Foto: Reprodução / EHoje

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) pediu que o juiz Sérgio Moro explique a decisão de levantar o sigilo da delação de Antonio Palocci com a Polícia Federal (PF), na última segunda-feira (1°).

O conselho acatou uma reclamação disciplinar de deputados petistas que afirmam existir  “escancarada tentativa de tumultuar o processo eleitoral, por quem tem o dever constitucional de preservá-la”, na decisão de Moro. O juiz quebrou o sigilo da delação de Palocci, que contém acusações graves ao PT, a seis dias da eleição.

De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, os deputados petistas autores da reclamação (Paulo Pimenta, Luiz Teixeira e Wadih Damous) também alegam que o referido depoimento não deveria ter seu sigilo levantado “nesse momento de elevada temperatura política, senão com o deliberado propósito de interferir ilicitamente na disputa que se aproxima e onde o Partido dos Trabalhadores, democraticamente, desponta como um dos preferidos da sociedade brasileira”.