TCM aprova contas de 2017 da Câmara de Vereadores de Bonito; presidente é reeleito

O vereador e presidente da Câmara do município chapadeiro, Alek Sandro Santana Béu | FOTO: Divulgação |
O vereador e presidente da Câmara do município chapadeiro, Alek Sandro Santana Béu | FOTO: Divulgação |

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) aceitou o pedido de reconsideração referente às contas da Câmara de Vereadores de Bonito, cidade localizada na Chapada Diamantina, relativas ao exercício de 2017, da responsabilidade do vereador Alek Sandro Santana Béu (PDT).

O conselheiro substituto, Antônio Emanuel de Souza, relator do parecer, decidiu por alterar a decisão e considerar a aprovação das contas com ressalvas. A multa emitida a Sandro, no valor de R$1 mil, permaneceu no texto. Em seu pedido de reconsideração, o edil alegou já ter pago o valor estipulado pelo órgão fiscalizador.

Para isso ele “apresentou o Ofício nº 1681/2018 da Câmara Municipal, o Ofício nº 1151/2018 da prefeitura, a certidão de quitação da multa, a guia de conhecimento de receita nº 3265 acompanhada do DAM de arrecadação nº 12067, o comprovante de depósito identificado, e o extrato bancário da conta fornecida pelo setor de tributos da Prefeitura, sanando a irregularidade”, afirma o relatório do TCM sobre o pedido de reconsideração.

Mesa Diretora
Inclusive, o vereador Sandro foi reeleito, no dia 18 de dezembro do ano passado, presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Bonito para o biênio 2019/2020 e já foi empossado, sendo o primeiro vereador reeleito na Casa, juntamente com a chapa da qual fez parte. (Jornal da Chapada)