Auditoria vai apurar como 17 municípios baianos fizeram gastos em saúde – veja na matéria

auditoria
Dezessete municípios baianos passarão por auditoria na área da saúde. Segundo informou nesta segunda-feira (21) o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-BA), a intenção é investigar gastos com a compra de medicamentos distribuídos para a população. Também serão analisados procedimentos como condições de armazenamento, validade, instalações físicas das farmácias e equipamentos indispensáveis à conservação dos remédios.
Os municípios a serem analisados são: Andaraí, Casa Nova, Uibaí, Antas, Cachoeira, Candeias, Miguel Calmon, Pojuca, Muritiba, Jaborandi, Caculé, Ibirapitanga, Maracás, Luís Eduardo Magalhães, Planalto, Porto Seguro e Ribeira do Pombal.
Segundo o coordenador dos trabalhos, o auditor Dimas Sousa Gomes, nos 17 municípios selecionados para o trabalho, o volume de gastos com medicamentos – com recursos auditáveis pelo TCM – chegou a R$ 12,1 milhões em 2018. Em todo o estado, os gastos com remédios com recursos municipais somaram R$ 73,2. (Bahia Notícias)