Um suposto meio-irmão de Simone e Simaria sobrevive como carroceiro e catador de materiais recicláveis na região de Irecê

irmão simone e simario

Um suposto meio-irmão de Simone e Simaria sobrevive como carroceiro e catador de materiais recicláveis no interior da Bahia. Segundo informações de Fabíola Reipert, colunista da RecordTV, o homem tenta entrar em contato com a dupla há anos.

Identificado como Magno, o homem seria filho do pai das “coleguinhas”. Eles não se veem há 30 anos.

Em entrevista ao quadro Hora da Venenosa, Magno afirmou que foi abandonado pelos pais na infância e que a iniciativa de procurar as irmãs não tem relação com ajuda financeira. “Teve uma vez que eu morava com o meu tio, mas não aguentei. Aí eu disse: ‘Vou voltar lá mais tarde para morar no Uibaí [Bahia] com a mãe delas e elas’. Eu era ‘miudinho’ ainda. Aí quando eu cheguei lá a mãe delas falou para o [meu] pai: ‘Esse garoto não vai invadir minha casa não’. Aí eu nem entrei, só quis voltar”, afirmou.

Magno também disse que tinha a intenção de morar com o pai naquela época. “Eu ia tentar morar ‘mais’ meu pai, porque eu estava morando ‘mais’ os outros. E a mãe delas foi lá e me falou: ‘Nós não queríamos filho do Zé na casa não’. Aí eu voltei, né? Nem entrei”, conta.
O homem afirma, também, que tentou contato com as sertanejas através de uma prima. Mas a familiar afirmou que precisava da autorização delas para o encontro. (Metrópoles)