Noivo põe copo de vidro no bolso, tropeça e morre na sua festa no Rio de Janeiro

O casamento do sargento da Marinha Fábio Gefferson dos Santos Maciel, de 33 anos, durou menos de seis horas. Ele ouviu o “sim” da noiva por volta das 20h30m deste domingo, no Clube Nautilus, na Ilha do Governador, diante de cerca de 200 convidados. Ao sair da festa, correu, brincando com uma das madrinhas, e tropeçou. Uma tulipa, guardada no seu bolso esquerdo, quebrou e fez um corte na veia femural. O sargento não resistiu ao ferimento e morreu às 2h16m da madrugada desta segunda-feira, a caminho do Hospital Paulino Werneck, também na Ilha. Fábio planejava o casamento desde o começo do ano, quando começou a construir uma casa na Ilha, para morar com a noiva. A obra ficou pronta há uma semana. Familiares dele vieram de Manaus, de avião, só para assistir à cerimônia. 

Fonte: Extra

Neymar muda o visual: “Chega de cabelo”

O atacante Neymar surpreendeu os fãs na manhã deste sábado ao divulgar em sua página no Facebook uma imagem com o cabelo raspado. “Chega de cabelo!”, postou o santista, exibindo o novo visual. Neymar é famoso também por seus penteados diferentes e caprichados. O moicano do craque virou moda e marca registrada. O novo visual do camisa 11 pode ser conferido ao vivo hoje, quando o jogador entre em campo contra o Figueirense, pela 36ª rodada do Brasileirão.  O santista volta de uma partida pela Seleção Brasileira, quando ficou no empate com a Colômbia em Nova Jersey.

Após condenação, Dirceu repousa em Camaçari

O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, condenado a 10 anos e 10 meses de prisão no julgamento do mensalão, passa feriadão em condomínio fechado localizado numa praia de Camaçari, litoral da Bahia. A casa foi emprestada por Manuel Martinez, empresário do setor imobiliário. 

Fonte: Voz da Bahia

Vereador eleito é morto durante briga dentro de bar em Piritiba

Um vereador eleito do município de Piritiba, a 396 km de Salvador, foi morto dentro de um bar na noite de quinta-feira (15). Gustavo José Alves de Jesus, de 43 anos, se desentendeu com o proprietário do estabelecimento e foi esfaqueado durante a discussão. O crime ocorreu no povoado do França, onde o vereador morava, por volta de 23h. Ele chegou a ser socorrido para o Hospital Padre Paulo Felber, em Miguel Calmon, mas não resistiu, segundo o site local Notícia Livre. O dono do bar fugiu após o crime e ainda não foi localizado.  O corpo do vereador foi periciado no Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Jacobina e sepultado na tarde desta sexta-feira (16). Gustavo era servidor público municipal e havia sido eleito com 436 votos pelo PSD. O caso é investigado pela Delegacia Territorial de Piritiba.

Fonte: Notícia Livre

Ônibus que deixou Ibirapitanga com destino a São Paulo bate em rodovia mineira

Uma criança morreu |Foto: Rodrigo Dias / EPTV

Uma criança de seis anos morreu e quatro pessoas ficaram feridos na manhã desta quinta-feira (15) em um acidente com um ônibus de passageiros na Rodovia Fernão Dias, próximo a Perdões (MG). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o ônibus da Viação Novo Horizonte saiu de Ibipitanga, no sul baiuano, com destino a São Paulo, com 34 passageiros. O veículo bateu na traseira de um caminhão por volta de 9h. Segundo a concessionária Autopista Fernão Dias, a criança, que era filha do motorista, viajava com a mãe na frente do ônibus. Os feridos foram levados para a Santa Casa de Lavras e a Unidade Regional de Pronto-atendimento na cidade. 

Fonte: Bahia Notícias

Morre homem obeso que foi resgatado por guincho na Bahia

Morreu na madrugada desta quinta-feira (15), em Salvador, Wellington Cortes Conceição, de 33 anos. Ele tinha obesidade mórbida e precisou ser resgatado de dentro de casacom auxílio de um guincho na sexta-feira (9), na cidade de Amélia Rodrigues, a cerca de 80 km de Salvador. Segundo a irmã Débora Cortes Souza, Wellngton foi transferido para a UTI do Hospital Roberto Santos na manhã de quarta-feira (14) e o quadro de saúde dele se complicou. Na tarde de terça-feira (13), o paciente  tinha sido transferido do Hospital Geral do Estado (HGE) para o Hospital Geral Roberto Santos, também na capital baiana. Segundo a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), ele receberia tratamento contra obesidade. 


Fonte: G1

Nova canção da New Hit é um desabafo sobre o suposto estupro

Parece que a banda New Hit já juntou os cacos e pretende voltar ao mundo da música, independentemente do processo que acusa nove integrantes do grupo de estupro. Os integrantes, que chegaram a frequentar a igreja, gravaram uma música intitulada “Nossa História”, que conta justamente sobre os últimos acontecimentos desde o fatídico dia 26 de agosto, quando duas adolescentes teriam sido violentadas dentro do ônibus da banda. Sem criar muito alarde, os meninos da New Hit contaram com a ajuda do site “Galera do Ghetto”, que disponibilizou o vídeo em sua página, sem chamar a atenção da mídia, compartilhando apenas com os fãs. 
No vídeo, antes de começar a cantar, o cantor Eduardo Martins, o Dudu, comenta os momentos que ele e os companheiros têm passado e explicam o porquê do retorno. “Infelizmente, a situação que passamos é muito triste, mas é a prova que Deus existe e que a justiça está sendo feita. O som não pode parar. A gente vive disso aqui, velho. Nossa vida é essa aqui, nossa vida é a música”, afirma, antes de entoar os primeiros versos, que também fazem referência à situação. Confira abaixo a letra de “Nossa história”, em que Dudu e colegas desabafam sobre os maus momentos vividos desde a prisão em Ruy Barbosa: “Não brinque com a verdade. Não desrespeite a humanidade. Não tenha maldade no seu coração. / Quem que não enfrenta dificuldade? Eu cresci pra realidade. Obstáculos fazem parte da transformação. / É fã se lamentando, é mãe chorando, família gritando e se humilhando. À toa, na boa, à toa. / Mas a justiça de Deus nunca falhará / Ser acusado pelo delegado, e injustiçado, mas Jesus liberta. A favela pega.”
Fonte: Voz da Bahia

Homem morre atropelado na Pituba em Salvador

Acidente deixa trânsito lento nas proximidades (Foto: Imagens/TV Bahia)

Um homem foi atropelado por um ônibus no início da tarde desta quarta-feira (14), na Avenida Manoel Dias da Silva, no bairro da Pituba, em Salvador, segundo informações da Polícia Militar. Segundo informações do Samu, uma ambulância foi encaminhada ao local do acidente, mas a equipe de socorro já encontrou o homem morto na via. Uma equipe da PM foi deslocada para o local, mas até por volta das 12h50, não tinha informações sobre as circunstâncias do acidente. A Transalvador também encaminhou equipe. Até por volta das 13h, o acidente deixava o trânsito bastante congestionado na Avenida Manoel Dias da Silva e vias próximas no bairro da Pituba. 

Fonte: G1

iPhones falsos terão o sinal bloqueado

Estar na moda quando o assunto é tecnologia ficou muito mais barato após a invasão dos famosos “xing-lings”, os aparelhos móveis multiuso, vendidos na maioria dos grandes centros de camelôs, como no Iguatemi e na Piedade, mas a decisão da Agência Nacional de Telecomunicações vai acabar com a festa de quem desfila com celulares de grandes marcas falsificados. A partir do primeiro trimestre de 2013, a Anatel irá identificar, no cadastramento do chip, as solicitações realizadas por celulares piratas e impedir a conclusão do serviço, informando o motivo do bloqueio.
Não há informações precisas no Brasil sobre a quantidade de aparelhos piratas apreendidos, mas é inquestionável o crescimento da utilização destes celulares, tidos pelas quatro maiores empresas de telecomunicações do Brasil como um problema. Unidas contra a popularização dos chinglings, as operadoras de telefonia vão investir mais de R$ 10 milhões no bloqueio dos parelhos piratas. As empresas que atuam na área atribuem grande parte das reclamações de falta de sinal e de queda de ligações à baixa qualidade dos aparelhos irregulares.
A diferença dos preços entre um celular pirata e o original chega a ser espantosa. No Centro da cidade, o famoso iPhone III da Apple, que custa em média R$ 2 mil nas lojas convencionais, é encontrado facilmente por R$ 120. Com direito a teste na hora e a troca em 24 horas caso o aparelho ofereça algum problema, os vendedores apresentam o rol de funções dos smartphones, porém, sem apresentarem nenhum documento de garantia válida.
“Nossa barraca é fixa, então, qualquer problema que o aparelho tiver você pode trazer para a gente trocar”, diz uma das vendedoras que realiza o comércio de vários aparelhos piratas na ladeira da Piedade. O local é point de venda dos aparelhos e de acessórios como capas de proteção e carregadores.
Gosto popular
Com o aumento do poder de compra das classes C e D e o frequente estímulo ao consumo, a concretização do sonho de andar na moda é em parte realizado graças à popularização dos chinglings. Nos ônibus, no trânsito e nas ruas, é cada vez mais comum encontrar alguém desfrutando das funções oferecidas pelos celulares piratas, como TV, rádio, internet, jogos, entre outros aplicativos, tudo a valores acessíveis que chegam a custar a partir de R$ 60.
Com a decisão da Anatel, subsidiada pelas operadoras de telefonia móvel, os smartphones piratas passarão a ter utilidade única de entretenimento, já que as ligações a partir destes aparelhos não serão permitidas.
Mesmo com a justificativa de que o bloqueio será realizado para a redução do número de reclamações, a caça aos piratas vai abalar não só os consumidores, mas principalmente o grande comércio, responsável pelo sustento de muitas famílias que sobrevivem deste tipo de comércio.
Por enquanto, a decisão da Anatel só restringirá os aparelhos que utilizem chips novos, realizando o bloqueio no momento do cadastramento da linha, através da implantação de um programa que fará o reconhecimento do IMEI, código de identificação que todo celular possui.
Desta maneira, a empresa poderá identificar os aparelhos originais e os falsificados, interrompendo o cadastramento dos IMEIS desconhecidos, ou seja, dos aparelhos pirateados.
Tribuna da Bahia

Opinião: Caiu a ficha

Por JOSÉ CARLOS ARAÚJO*

Ao ler uma entrevista do governador da Bahia, Jaques Wagner, no Correio Brasiliense (Wagner projeta Eduardo para 2018), há alguns dias atrás, deparei-me com um conceito, um pensamento que, se não me surpreendeu visto que dele, mesmo sem conhecimento prévio, já compartilhava, suscitou algumas observações e me obrigou a trazer o processo eleitoral de 2018 traçado por Wagner para um cenário mais próximo: 2014, na Bahia. Wagner dizia:
“A candidatura de Dilma à reeleição é natural, porque ela tem direito a concorrer a mais quatro anos. Mas, para 2018, o PT terá que refletir. Será que está na hora de desfazer a tese de que nunca abre mão da cabeça da chapa?” (*)
O pensamento do governador Jaques Wagner, lança uma visão lúcida e profundamente crítica sobre o processo sucessório nos próximos anos. Mostra também um desejo de sacudir, de quebrar o pensamento arraigado de que o seu partido, o PT, deve ser hegemônico, nunca abrindo espaços, nunca permitindo novos jogadores no tabuleiro.
Ao analisar o quadro que se delineia para 2014, o chefe do executivo baiano, interlocutor privilegiado de Lula e de Dilma, acerta em cheio no alvo. Perspicaz, aponta também o calcanhar de Aquiles do PT que vem a ser o mesmo do PSDB: o desejo ferrenho de ser hegemônico, único, que acabou por desgastá-lo levando-o à derrota nas urnas. Wagner conclama o PT a se repensar. E em boa hora.
Na Bahia, esta reflexão do governador também se encaixa como uma luva: apesar de ter assegurado o maior número de prefeituras nesta eleições, o PT acabou perdendo espaço na   Capital e em Feira de Santana, a segunda maior cidade do estado. Para 2014, o horizonte, se não é assim tão sombrio, pode vir a sê-lo. E é aí onde entra toda a lucidez deste articulador. Na sequência do seu pensamento inicial, postado acima, Wagner diz: “Melhor abrir para alguém de casa do que pela urna”. Tem razão.
Vice-governador e secretário estadual de Infraestrutura, Otto Alencar pode ser a carta na manga de Wagner. Presidente do PSD, que ao lado do PT, detém o maior número de prefeitos eleitos e reeleitos no estado e é a segunda maior bancada na Assembleia Legislativa, Otto tem um perfil que se enquadra bem na definição de Wagner e tem luz própria. No entanto, jamais se insinuará, jamais se colocará candidato sem o aval de Wagner. O DNA de lealdade de Otto Alencar se sobrepõe a qualquer outra coisa. Seria o melhor nome, o melhor quadro fora do PT, para sacudir o PT, para mudar o paradigma PT/PSDB enunciado por Wagner, mas só se tornará isto com o beneplácito do próprio governador.
Do pensamento exposto por Wagner na entrevista concedida ao jornal brasiliense, traduzimos – e esperamos que outros assim o façam – que caiu a ficha. Fez-se a sensatez. Que esta sensatez se espalhe. Para que, como diz o próprio Wagner, o PT não venha a sofrer o mesmo desgaste sofrido pelo PSDB que, por jamais ter admitido ceder a cabeça de chapa, perdeu, para o PT, as três últimas eleições.
A argumentação do governador da Bahia foi abrangente, centrou-se mais no plano nacional. No entanto, aplica-se, e como, no cenário local. O PSD, de Otto Alencar, é ‘alguém da casa’ e, mais do que isso, é uma força a se considerar: elegeu 71 prefeitos, tem a segunda maior bancada na Assembleia e só tende a crescer. Wagner se referiu a 2018. Podia estar falando de 2014. Falava de Brasília, podia estar falando da Bahia.

*JOSÉ CARLOS ARAÚJO é Deputado Federal, Presidente do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados e Secretário Geral do PSD na Bahia.