Wilder de Morais toma posse no Senado no lugar de Demóstenes

O senador Wilder de Morais (DEM-GO) tomou posse hoje (13) em uma sessão esvaziada com apenas quatro parlamentares em plenário. Ele é o primeiro suplente de Demóstenes Torres, cassado esta semana pelo Senado por quebra de decoro parlamentar, ao usar o mandato para beneficiar o empresário goiano Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, preso em Brasília. Ele chegou ao Senado por volta das 9 horas e, logo após prestar o juramento tradicional, deixou o plenário.
“Prometo guardar a Constituição Federal e as leis do país, desempenhar fiel e lealmente o mandato de senador que o povo me conferiu e sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil”, jurou o senador para os quatro parlamentares presentes: Ciro Nogueira (PP-PI), que presidia a Mesa; Ana Amélia (PP-RS); Roberto Requião (PMDB-PR) e Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR). Antes da posse oficial, Wilder de Morais entregou ao presidente da sessão, Ciro Nogueira (PP-PI), o original do diploma de primeiro suplente e os demais documentos exigidos por lei para que pudesse ser oficializado no lugar de Demóstenes Torres.
Empresário, Wilder Pedro de Morais, é dono da Orca Construtora e de shopping centers em Anápolis e Goiânia. Ele já assume o cargo com senadores cobrando informações publicadas pela imprensa de que teria sonegado bens na declaração do Imposto de Renda. O senador também aparece nas gravações feitas pela Polícia Federal durante as investigações da Operação Monte Carlo. Pelo menos uma conversa entre ele e o contraventor Carlinhos Cachoeira já se tornou pública. De acordo com a Justiça Eleitoral, o empresário doou R$ 700 mil para a campanha de Demóstenes em 2010. Com tal valor, Wilder aparece como segundo maior doador de campanha do ex-senador. Wilder de Morais foi casado com Andressa Mendonça, atual mulher de Carlinhos Cachoeira. Foi por causa da relação estreita com Cachoeira, flagrada em diálogos gravados pela Polícia Federal, que Demóstenes Torres perdeu o mandato, acusado de quebra de decoro parlamentar. Demóstenes chegou a citar o suplente durante o depoimento no Conselho de Ética. Ao caracterizar sua amizade com Cachoeira, Demóstenes disse que ele discutia problemas conjugais, que culminaram com a separação de Andressa e Wilder de Morais. 
As informações são da Agência Brasil.


Jovem de 21 anos é baleado na cabeça enquanto jogava dominó com amigos em Camaçari

Um jovem de 21 anos foi vítima de uma tentativa de homicídio na noite desta quinta-feira (12), na Região Metropolitana de Salvador. O atentado aconteceu na rua Nova Vitória, no bairro de mesmo nome, no município de Camaçari. A vítima foi identificada pela Central de Polícia como Ebertson de Jesus Silva. De acordo com o Posto de Polícia do Hospital Geral do Estado (HGE), o rapaz jogava dominó na varanda de casa com cinco amigos quando dois homens em uma motocicleta pararam na frente da casa dele. A dupla atirou duas vezes em Ebertson, que foi baleado no cabeça e socorrido por uma viatura do 12º Batalhão de Polícia Militar (BPM) para o Hospital Geral de Camaçari (HGC). Devido a gravidade dos ferimentos do rapaz, Ebertson foi transferido para o Hospital Geral do Estado (HGE), onde deu entrada por volta das 3h30 desta sexta-feira (13). O estado de saúde do rapaz não foi divulgado pela unidade médica. O atentado está sendo investigado pela 18ª Delegacia Territorial (DT/Camaçari), mas os autores do disparos ainda não foram identificados pela polícia, assim como a motivação do crime.
Candeias:Segundo a Central de Polícia, um homem de 26 anos foi morto a pedradas na madrugada desta sexta-feira (13), no município de Candeias. A vítima, identificada como Alan da Luz Brasil, foi atacado por diversas pessoas na Travessa Caramuru. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Conforme a 20ª Delegacia Territorial (DT/Candeias), a vítima era conhecida por praticar roubos em diversas residências da região. A polícia investiga o caso, mas não há mais informações sobre a autoria e motivação do crime. O corpo de Alan da Luz Brasil foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Salvador, onde deve passar por uma perícia antes de ser liberado para a família.
Fonte: Voz da Bahia

Cerca de 10 pessoas ficam feridas em batida entre ônibus na Bahia

Uma batida entre dois ônibus na manhã sexta-feira (13) deixou cerca de 10 pessoas feridas no centro da cidade de Feira de Santana, a aproximadamente 100 km de Salvador, informou a Superintendência Municipal de Trânsito (SMT). O motorista de um dos coletivos atingiu o fundo do outro ônibus quando ele tentou desviar de um veículo quebrado na via exclusiva. Entre os feridos, está uma mulher que foi arremessada para fora do veículo no momento da colisão. Ela foi socorrida pelo Samu, mas não há informações sobre seu estado de saúde. O tráfego ficou congestionado no local por cerca de uma hora, enquanto as vítimas eram socorridas. Os veículos já foram recolhidos e o trânsito volta a fluir na região.

Blog do Léo Barbosa com informações da TV Subaé

Caminhão vira sobre carro de passeio na BR-324

Dois caminhões e um carro de passeio se envolveram em um acidente na BR-324, próximo à entrada do distrito de Humildes, em Feira de Santana. Por volta das 16h desta quinta-feira (12), um caminhão que seguia sentido Feira de Santana/Salvador bateu em um outro caminhão baú que perdeu o controle e colidiu com o carro de passeio, de placa JRU-6698. A condutora do carro, Gardenha Mascarenhas, professora do curso de Odontologia da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), foi socorrida para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) com suspeita de fratura na bacia, com a outra vítima, Mateus de Souza, que sofreu ferimentos leves.
Fonte: Acorda Cidade

Camacan: Polícia Militar prende homicida com prisão preventiva decretada

Nesta quinta-feira (12), por volta das 21h policiais militares da 62ª CIPM/Camacan, a 540 KM de Salvador, prenderam Valéria Jesus da Cruz, 28 anos, por encontrar-se com prisão preventiva decretada pelo Juiz de Direito, Dr., Marcos Antonio Santos Bandeira, acusada de atear fogo no seu companheiro Washington Luis, mais conhecido como “vovozinho”, levando-lhe ao óbito em 2010. Valéria foi reconhecida pelo 1º Sargento Erenilton, atual integrante do Pelotão de Mascote, através de uma fotografia antiga da foragida.
Logo após o crime, a acusada tomou fuga para o Estado do Espírito Santo onde permaneceu até o ano passado foragida, tendo retornado ao município de Mascote, no Distrito de São João do Paraíso onde encontrava residindo em 2011. Ao ser reconhecida quando encontrava-se em um telefone público daquela localidade nas imediações do Hotel Oriente pelos policiais militares, a homicida não apresentou qualquer reação confessando a sua identidade. Segundo informações do Major Rodrigues de Castro, Comandante da 62ª CIPM, o 1º Tenente Valdney Rodrigues da Silva, já vinha realizando diligências e coletando informações com vistas a captura de Valéria, cujo fato gerou grande repercussão na região.
A autora do crime foi conduzida a Delegacia de Polícia de Camacan, onde permanecerá a disposição do Juízo Criminal.
Fonte: Voz da Bahia

Taxista bate no fundo de ônibus na BR 324

Um táxi bateu no fundo de um ônibus na manhã desta sexta-feira (13), no trecho que dá acesso à Estação Pirajá – saindo da BR-324. O taxista foi atendido no local por uma equipe do Samu, mas não houve necessidade de levá-lo a um hospital. Ele queixou-se de dores no peito provocadas pelo impacto da batida. A frente do veículo dele ficou destruída.
O acidente ocorreu pouco antes das 5h, quando a movimentação no local ainda era pequena. O trânsito não foi afetado. O ônibus faz o transporte de funcionários de uma empresa em Camaçari. Ninguém ficou ferido porque o motorista ainda iniciava o expediente. O taxista estava acompanhado da mulher, que também saiu ilesa da batida. Fonte: G1

Amargosa: Médica capota veículo na BA 046

O acidente aconteceu na manhã desta quinta-feira, na rodovia que liga Amargosa a Santo Antonio de Jesus, próximo ao local conhecido como ‘Curva do Óleo’, envolvendo um Fiat Punto, placa NYU-0871/Salvador-BA. O veículo estava sendo conduzido pela Srª Carolina Oliveira da Rocha, médica que presta serviço em Elísio Medrado. Segundo informações de testemunhas, o carro se perdeu em uma das curvas do local, vindo a bater no paredão e sair da estrada, capotando várias vezes. Drª Carol, sofreu apenas ferimentos leves, foi socorrida por populares que passavam no local e conduzida ao Hospital de Amargosa, onde foi atendida e liderada em seguida, se dirigindo logo após ao município de Elísio Medrado.

Fonte e Foto: Blog Adriano Borges

MEC divulga o resultado da segunda chamada de aprovados no Sisu

O Ministério da Educação divulgou nesta sexta-feira a lista de candidatos aprovados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) (veja clicando aqui). As matrículas devem ser feitas nos dias 17 e 18 de julho. Neste processo seletivo são oferecidas 30.548 vagas em 56 instituições de ensino superior, entre federais e estaduais. A seleção é feita com base no desempenho dos candidatos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os estudantes não aprovados nas duas primeiras chamadas poderão declarar interesse na lista de espera a partir desta sexta-feira até a próxima quinta-feira. A convocação dos candidatos em lista de espera será realizada pelas instituições a partir do dia 24 de julho.  
Fonte:G1

Sexta-feira 13: entenda a má fama da data

Para os supersticiosos, a sexta-feira 13 é dia de ficar em casa e não fazer nada muito arriscado, de preferência com algum amuleto que quebre qualquer tipo de má sorte que a data carrega. “Quem tem superstição tem de se apegar com aquilo que o acalme. Mas a pessoa tem de acreditar“, afirma o professor, astrólogo, numerólogo e pesquisador da cultura popular Nathanael Souza. Para entender melhor a construção da fama, ou maldição, da sexta-feira 13, primeiro é necessário entender alguns significados de cada elemento separadamente. Na história da civilização, o 13 é um número considerado incompleto. São doze os ciclos lunares durante um ano solar, que formam os 12 meses no ano, e a contagem da civilização suméria tinha como base 12 unidades, daí vem a porção padrão conhecida como dúzia. Outras coincidências religiosas e místicas também estão presentes na composição da ‘carga negativa’ do 13 . Esse era o número de pessoas que estavam presentes a Última Ceia, refeição que Jesus teria feito antes da crucificação. E para quem acredita em outras forças místicas, a décima terceira carta do Tarô é “A Morte”.
Ainda existem duas lendas da mitologia nórdica que reforçaram os mistérios quanto ao número 13 e espalharam a superstição pela Europa. A primeira conta que em uma festa na morada dos deuses, foi dado um banquete para 12 divindades, mas Loki, espírito do mal e da discórdia, que não teria sido convidado, apareceu para criar um desentendimento entre os deuses. Durante uma briga, o deus Balder, favorito entre as divindades, teria morrido. Daí vem a crença de que não se deve convidar 13 pessoas para um jantar ou uma festa. Outra lenda escandinava diz que Friga, deusa do amor e da beleza, teria se transformado em uma bruxa após a conversão dos nórdicos ao cristianismo. Como vingança, ela passou a se reunir todas as sextas-feiras com outras 11 bruxas e o demônio. Juntos, os 13 ficaram lançando feitiços sobre os novos cristãos do alto de uma montanha.
A sexta-feira também começa a se diferneciar como um dia negativo pela crença religiosa. Segundo a tradição cristã, Jesus foi cruxificado e morto em uma sexta-feira. Além disso, muitos historiadores apontam para o fato de Cristo provavelmente ter morrido na sexta-feira 13, do mês de Nissan, visto pelo calendário hebraico. “A sexta-feira também ficou conhecida por ser o dia das execuções oficiais. Na Inglaterra era esse o dia em que os prisioneiros eram enforcados”, acrescenta o professor Nathanael.
História
Somados às superstições ainda existem acontecimentos históricos para marcar o dia. O mais importante, e novamente ligado a tradição cristã, envolve a Ordem dos Templários. No dia 13 de outubro de 1307, uma sexta-feira, a Ordem dos Templários, grupo de sacerdotes e cavaleiros que protegiam cristãos em suas peregrinações por mais de dois séculos após a Primeira Cruzada, foi declarada ilegal pelo rei Filipe IV de França que estava profundamente endividado com a Ordem e pressionava o Papa Clemente V a tomar medidas contra eles. Por ordem do rei, nesta sexta-feira 13, os templários da França foram convocados, encarcerados em masmorras e submetidos a torturas para se declararem culpados de heresia. No Brasil, em uma outra sexta-feira, em 13 de dezembro de 1968, o governo militar decretou o AI-5, que, entre outras medidas, suspendeu direitos e garantias políticas e ampliava dos poderes aos militares durante a Ditadura. Outro fato histórico que ocorreu em um 13 de agosto é o início da construção do Muro de Berlim, em 1961. 
Nos Estados Unidos, o número 13 também tem uma força histórica. O país alcançou a independência com suas 13 colônias, que são representadas até hoje pelas 13 listras da bandeira norte-americana. Antes do filme Sexta-feira 13 conquistar as bilheterias de todo o mundo no início dos anos 80 e aumentar o temor mundial pela data, um acidente com a espaçonave Apolo 13, consagrou a superstição. Dois dias depois do lançamento da missão à Lua, no dia 13 de abril de 1970, a expedição foi abortada e os astronautas trazidos de volta após uma explosão em um dos tanques de oxigênio. Antes disso, muitos já defendiam que o nome da missão deveria ter passado direto do número 12 para o 14. Principalmente nos Estados Unidos ainda é comum que prédios não tenham o 13º andar. Muitas empresas aéreas também pulam a poltrona 13 em aviões. Nos esportes, a Fórmula 1 é a categoria mais afetada pela superstição: nenhum piloto usa o número 13 no carro há décadas. Para Nathanael Souza, a fama da data é algo que não se pode explicar só com fatos e nem é possível contê-la. “A superstição está sempre ligada à fé. Ou se acredita ou não. Não adianta querer prová-la ou descaracterizá-las com fatos científicos.”


Demóstenes volta ao MP e poderá ganhar R$ 200 mil

Demóstenes volta ao MP e poderá ganhar R$ 200 mil
Após ser
cassado pelo plenário do Senado na última quarta-feira, 11, Demóstenes Torres
reassumiu na quinta-feira suas funções de procurador de Justiça no Ministério
Público de Goiás. Com a volta ao cargo, ele poderá agora solicitar três
licenças-prêmio, num total de R$ 200 mil, mais o salário de R$ 24,2 mil.

São procedimentos de praxe, segundo promotores e procuradores
ouvidos pelo Estado. No caso específico de Demóstenes, quem decidirá se ele
receberá ou não as licenças-prêmio será o seu irmão Benedito Torres, que ocupa
o cargo de procurador-geral de Justiça do Ministério Público Estadual de Goiás.
Demóstenes precisou de cerca de 10 minutos, o tempo em que
permaneceu na sala 306 do 3.º andar do edifício-sede, para confirmar o retorno
ao trabalho no Ministério Público.
Ele poderá solicitar a ajuda financeira especial por meio da
Parcela Autônoma de Equivalência (PAE), um pagamento legal em porções somadas
ao salário, que podem variar de R$ 5 mil a R$ 10 mil ao mês.
A PAE foi aprovada pelo Conselho Nacional do Ministério Público
(CNPM) com o objetivo de restabelecer o equilíbrio entre os salários dos
poderes Legislativo e Judiciário.
Na rápida passagem pelo órgão, o senador cassado driblou a
imprensa que o aguardava na porta do prédio da instituição e não deu
entrevistas.
Demóstenes estava licenciado desde 1999, quando deixou o MP para
ocupar o cargo de secretário de Segurança Pública e Justiça de Goiás. Em 2002
ele foi eleito pela primeira vez para uma vaga de senador pelo PFL (ex-DEM). Em
2010, foi reeleito. Sua cassação foi publicada ontem pelo Diário Oficial da
União (DOU). Com a cassação, Demóstenes teve seus direitos políticos suspensos
por oito anos – a contar do fim do mandato parlamentar, que se encerraria em
2019 -, ficando inelegível até 2027.
Procedimento. A Corregedoria do MP goiano instaurou procedimento
disciplinar para apurar “eventual falta funcional” de Demóstenes. O
processo foi instaurado pelo corregedor-geral do órgão, Aylton Flávio Vechi,
que já saiu de recesso.
No Ministério Público, com 300 funcionários, entre promotores e
procuradores, há três linhas de avaliação sobre o futuro do senador cassado no
órgão. Na primeira, ele será destituído. Na segunda será mantido. Na terceira
ganhará uma advertência mas seguirá como procurador de Justiça. Demóstenes já
anunciou que irá recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar
recuperar o mandato de senador, alengando que as provas foram obtidas
ilegalmente.
A reportagem solicitou ontem à assessoria de imprensa do MP
informações oficiais sobre os benefícios a que Demóstenes terá direito, mas não
obteve resposta até a conclusão desta edição.
Fonte: Estadão