Juiz é esquartejado após matar jogador a facadas

Foto ilustrativa

Uma partida de futebol terminou de forma trágica no povoado de Centro do Meio, na zona rural da cidade de Pio XII, no Maranhão no domingo (30). Segundo informações da Polícia Civil, publicadas pelo site Terra Notícias, as mortes aconteceram depois de um lance polêmico.Durante a partida, Josenir Santos Abreu, 30 anos, teria sido expulso e, insatisfeito com a atitude do árbitro, teria dado início a uma luta corporal. Durante a agressão, o árbitro, Otávio Jordão da Silva, 20 anos, sacou uma faca da cintura e desferiu um golpe no peito do jogador, que foi socorrido, mas morreu a caminho do hospital.
Diante do ocorrido, jogadores e espectadores da partida se revoltaram com Otávio e o amarraram, dando início a uma série de agressões. Ele foi espancado e apedrejado, morrendo no local. Não satisfeitos, os populares ainda esquartejaram o corpo do árbitro e fincaram a cabeça da vítima em uma estaca.
O delegado regional de Santa Inês, Valter Costa, informou que teve acesso às imagens do crime, registrado por câmeras de celulares. Segundo ele, os autores já haviam sido identificados. “Relatos de testemunhas já indicaram algumas pessoas que estavam no local na hora do fato. Vamos identificar e responsabilizar todos envolvidos. Um crime nunca vai justificar o outro. Ações como essa não colaboram com a legalidade de um estado de direito”, disse.

Um dos suspeitos, Luís Moraes Sousa, foi preso nesta quarta-feira na cidade de Lago Açu. A polícia procura agora outros envolvidos no crime. O caso é investigado pela 7ª Delegacia Regional de Santa Inês.

Quatro pessoas da mesma família morrem em grave acidente em Andaraí

Foto: Itaberaba Notícias

Um grave acidente na manhã desta quarta-feira, na região de Andaraí, município localizado a 179 Km de Itaberaba, matou pelo menos quatro pessoas da mesma família.

Segundo informações,as vítimas, que ainda não tiveram seus nomes revelados, são moradoras da localidade de Ubiraitá, distrito de Andaraí. A noticia do acidente chocou a cidade. (Itaberaba Notcias)

Confira na íntegra a carta que Felipão entregou aos jogadores antes da decisão

Na manhã de domingo (30), antes da final da Copa das Confederações, entre Brasil e Espanha, Felipão resolveu começar a vencer a partida. Segundo o jornal Extra, o treinador colocou uma carta de duas páginas debaixo da porta de cada jogador na concentração, motivando os atletas para a partida decisiva.

O título do texto era “Um dia num instante” e no discorrer fazia citações ao produtor Walt Disney e ao líder americano Martin Luther King.

“Se não puder voar, corra. Se não puder correr, ande. Se não puder andar, rasteje. Mas continue em frente de qualquer jeito”, escreveu Felipão, citando o líder negro Martin Luther King.

Scolari lembrou também da importância de vencer o torneio. “Vencer a Copa das Confederações possibilitará sermos vistos dentro de uma perspectiva diferente para a disputa e conquista da Copa do Mundo em 2014”, destacou.

Antes da assinatura de Felipão, um poético agradecimento àquela “gente que sorri, que se emociona, e que com um simples olhar irradia vida e luz”.

Confira a carta entregue aos jogadores da seleção brasileira na íntegra abaixo:

Wagner é atingido por copo de cerveja; Veja vídeo

O governador do Estado da Bahia, Jaques Wagner (PT), foi atingido na cabeça por um copo de cerveja enquanto desfilava pelas ruas do bairro do Santo Antônio Além do Carmo, em comemoração ao 2 de Julho, data em que se comemora a Independência do Brasil na Bahia. O objeto foi arremessado pela professora Michele Perrone, de 34 anos, que foi duramente reprimida pelos seguranças do governador após o ato e recebeu voz de prisão de um Capitão do Batalhão de Choque da PM, como pode se ver no vídeo abaixo. O registro foi feito com exclusividade pela reportagem deste Política Livre, que por questões de segurança não permaneceu até a condução da mulher à delegacia. Segundo informações do repórter Cláudio Cassiano, da TV Bandeirantes, que havia permanecido no local, a professora cedeu suas informações pessoais à polícia e foi liberada em seguida. No momento do ataque o governador Wagner era vaiado pela população, gesto que se repetiu durante boa parte do cortejo. (Política Livre)

Presidente da Câmara de Amargosa sofre tentativa de homicídio

O presidente da Câmara Municipal de Amargosa, Marcos Paulo (PDT) foi surpreendido em sua residência por volta das 04:00, o vereador sofreu uma tentativa de homicídio enquanto dormia. Segundo informações, Marcos Paulo e sua esposa estavam dormindo quando ouviram um barulho estranho, quando deram conta do que se tratava foram surpreendidos com o senhor conhecido como Antônio Reginaldo Campos Neto, conhecido como Tony Campos, que tentava assassinar o Presidente da Câmara. No momento exato da tentativa Tony estava acompanhado de sua esposa, a vereadora Viviane Santana (PR) e de sua filha, menor de idade que presenciaram a cena. 
No meio da confusão Marcos Paulo tentou fugiu pelos fundos de sua casa da tentativa de homicídio Na tentativa de fuga Marcos se acidentou e foi encaminhado para o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus. Nossa redação entrou em contato com a família do vereador e foi informada que o mesmo deu entrada o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus e que está passando por avaliação médica. exames. A delegada Glória Isabel já esteve no local e anunciou que já está em diligencia pela cidade em busca do acusado. 
Tony Campos já tem passagem pela polícia por porte ilegal de arma e é marido da vereadora Viviane Santana (PR) que atualmente é base aliada da prefeita Karina Silva (PSB). Marcos Paulo está seu terceiro mandato, está como Presidente da Câmara de Vereadores e integra o bloco de oposição ao executivo municipal. Marcos Paulo ainda conta com o apoio de oito dos treze vereadores. (Amargosa News).

Wagner diz que protestos no 2 de julho estão “dentro do jogo democrático”

Wagner diz que protestos no 2 de julho estão "dentro do jogo democrático"
Foto: Itacília Lôbo/Metropress

O governador da Bahia, Jaques Wagner (PT) avaliou o cenário das festividades do 2 de julho realizadas na manhã desta terça-feira (2), em participação na Rádio Metrópole. De acordo com Wagner, trata-se da “grande festa da cidadania”. O governador falou do fato de ser o principal alvo de manifestações populares durante o evento. Para Wagner, os protestos estão “dentro do jogo democrático” da política.
Com informações de Amanda Palma – Jornal da Metrópole

Após vitória do Brasil na Copa das Confederações, Neymar faz cirurgia

As comemorações pelo título na Copa das Confederações e pelo prêmio de melhor jogador, conquistados por Neymar, serão interrompidos na próxima sexta-feira (5). Nesta data, o namorado de Bruna Marquezine fará uma cirurgia na garganta, para tratar uma amigdalite que tem há tempos. Ele será operado pelo Dr. Augusto Cesar Ramos. “É um problema que tenho, garganta ruim”, disse ele, após a partida que deu vitória à Seleção Brasileira, na noite de domingo (30), no estádio do Maracanã, na Zona Norte carioca. (O fuxico)

Brasil goleia, acaba com a invencibilidade da Espanha e é tetracampeão

Brasil goleia, acaba com a invencibilidade da Espanha e é tetracampeão (AFP)

Não tem balança que defina o peso de uma camisa. Tradição não se mede com uma régua, não se calcula com uma máquina. Mas existem Campeões, com letra maiúscula, e campeões. Existem Seleções, com letra maiúscula, e seleções. E existem pentacampeões. Com vitória de 3 a 0 no Maracanã, o Brasil mostrou ao (ex?) melhor time do mundo que não é da noite para o dia que cinco estrelas vão parar em um peito. Fred, destruidor, marcou duas vezes. Neymar, eleito o melhor em campo, fez o outro. O Brasil é campeão da Copa das Confederações pela quarta vez. Campeão em uma noite em que a torcida resumiu tudo ao gritar

– Ôoooo, o campeão voltou! O campeão voltou!

O campeão voltou jogando um absurdo. David Luiz talvez tenha feito a melhor partida da vida. Neymar foi infernal como poucos sabem ser. Hulk assinou seu atestado de permanência no time. E Fred foi Fred, foi matador, foi aquele sujeito que nasceu para vestir a 9.

Um dia cairia a casa da Espanha, esse timaço que tanto, e a tantos, encantou nos últimos anos. A Roja não perdia há 29 partidas – consideradas as oficiais. Pois aconteceu justamente contra um adversário no qual eles mesmos se espelham, contra a escola que, não por acaso, é chamada de “jogo bonito”. A Espanha, que certamente seguirá forte na Copa de 2014, foi engolida em campo. Não é exagero: foi um passeio, um baile, um chocolate. Uma vitória que a torcida novamente soube resumir:

– Oooooooooolé! Oooooooolé! Oooooooolé!
Fred é um caso para se estudar. Ele faz gol de pé – aos montes. Faz gol no ar – às pencas. Mas, cá entre nós, gol deitado não é em toda lua cheia que sai. Que gol. Que gol. Eram só dois minutos do primeiro tempo. Do concreto cheirando a novo do Maracanã, parecia pulsar um organismo vivo, como se o estádio fosse, por si só, um torcedor – o maior dos torcedores.
Hulk recebeu da direita e mandou na área, enquanto urros de otimismo saíam das cadeiras. Fred foi na jogada. Neymar também. O camisa 9 desabou no chão. E a bola, companheira como o mais fiel dos cães, resolveu se aninhar nele. Reparemos que o jogador tinha um milésimo de segundo para pensar, feito o sujeito que precisa decidir se corta o fio azul ou o vermelho na hora de desativar uma bomba prestes a explodir. Fred foi ágil. Foi decidido. Deitado, no pequeno espaço de campo onde estava, encaixou o pé sob a bola e a ergueu. Casillas foi vencido. Gol do Brasil. Gol de Fred.
Ah, aí o Maracanã entrou numa euforia que parecia guardada nos três anos em que o estádio ficou fechado. Por uns 15 minutos, a Espanha pareceu atordoada. Paulinho, por cobertura, quase fez um gol histórico, mas Casillas salvou. Arbeloa, logo depois, levou amarelo ao evitar arrancada de Neymar que fatalmente renderia gol. Era impressionante a superioridade do Brasil.
Do outro lado, porém, estava a Espanha. Aos poucos, a Fúria começou a reagir. Voltou a ter mais posse de bola – uma tatuagem de seu futebol. Deu sinais de que poderia empatar. Iniesta bateu de fora da área, e Julio César espalmou. Pedro, livre pela direita, bateu cruzado após passe de Mata, e David Luiz (enorme em campo) cortou quase em cima da linha.
A Espanha se acalmou, entrou no jogo, enfrentou o Brasil. Mas a Seleção jamais deixou de buscar o segundo gol.  Fred bateu cruzado, para fora. Também tentou de cabeça, novamente fora do alvo. E recebeu livre, frente a frente com Casillas, mas chutou em cima do goleiro.
Enquanto isso, Neymar era arisco, envolvente, agudo. Participava dos ataques. Parecia bufar em busca de um gol. E conseguiu. Foi aos 44 minutos. Pegou a bola pela esquerda, acionou Oscar e recebeu de volta. Bom lembrar que os dois foram muito inteligentes. Primeiro o camisa 11, que, ao perceber Neymar impedido no lance, prendeu a bola. Depois, o camisa 10, ao recuar para sair da posição irregular. Foi quando Oscar rolou na medida, e Neymar nem pensou: já emendou um chute seco, forte, no ângulo. Casillas vai passar o resto da vida procurando a bola. Que pancada: 2 a 0.
E não é que tinha como ficar melhor? Veio o segundo tempo, e o Brasil logo fez mais um. Com Fred, sempre com Fred. Aos dois minutos, Hulk acionou Neymar, que teve inteligência para dar, vender e emprestar ao deixar a bola passar para o centroavante. A conclusão foi precisa, no cantinho. Casillas ainda tocou nela. Em vão: era o terceiro gol.
Acabou. A Espanha, por melhor que seja, por mais talento que tenha, não poderia virar. Mas bem que tentou. Aos oito minutos, Marcelo fez pênalti em Navas. Poderia ser a sobrevida do adversário, não fosse esse domingo um dia dedicado ao Brasil. Sergio Ramos bateu. Para fora. A torcida vibrou como se fosse gol.
O Brasil seguiu atacando. A Espanha também. Em uma arrancada verde-amarela, Piqué derrubou Neymar, seu futuro colega de Barcelona, e foi expulso. Estava aberto o caminho para mais gols.
Mas eles não saíram. O Brasil teve outras chances, inclusive em contra-ataques com quatro jogadores contra dois. Falhou em um detalhe ou outro – um conforto permitido àqueles que têm a vitória nas mãos. A Espanha, com Villa em campo, teve honradez para sempre buscar seu gol, como se estivesse 0 a 0.
Inútil. Era a noite da queda dos grandes campeões mundiais, dos grandes bicampeões europeus. Acima de tudo, era a noite do retorno do maior campeão. (G1esporte)

Banda Djavú tenta explicar exibição de filme pornô durante a sua apresentação em praça pública

Durante show da banda Djavú, que tocou em Capim Grosso durante os festejos juninos, o público foi surpreendido por cenas de inusitadas no telão durante apresentação do grupo. Erro ou boicote, ainda não foi explicado, mais no telão uma mulher e dois homens protagonizavam cenas bem diferentes de uma coreografia de dança. De acordo com o site Ponto Novo, no palco durante apresentação era exibido um “filme pornô”.
O fato curioso ganhou repercussão nas redes sociais e foi compartilhado por muitos. Na imagem aparece o cantor Geandson Rios (proprietário da banda), e ao fundo a imagem de uma cena pornô na apresentação no Arraiá do Capitão na Praça da Prefeitura.

Pessoas que estiveram presentes na noite com crianças teriam ficado indignadas com as imagens mostradas no telão de led, instalado para exibir fotos e vídeos da banda durante o show. Resta agora ao proprietário da Banda Djavú esclarecer se as cenas fazem parte do show, ou foi apenas um erro dos seus funcionários.
Também no Facebook, a Djavú se pronunciou sobre o caso:

Após o show que gerou comentários de todos os tipos, na segunda noite do Arraiá do Capitão de Capim Grosso, o cantor da banda, Geandson Rios, divulgou uma nota em seu Facebook, esclarecendo o ocorrido com o uso das imagens pornográficas no telão. Segundo ele, o ato não foi proposital, que teria sido um erro que está sendo investigado.

“Olá Amigos e fãs da BANDA DJAVÚ… Lamentavelmente, já fui informado à respeito das imagens que foram exibidas no telão do nosso show nesse final de semana. Estamos investigando para saber de fato o que aconteceu.Trabalho com música a muitos anos, levando o nome da minha cidade (CAPIM GROSSO) com muito carinho por todo o MUNDO. Já me apresentei em quase todos os programas da Tv brasileira e em todo o Brasil e isso nunca me aconteceu. Infelizmente existem pessoas malvadas, de má fé que tentam prejudicar o trabalho de pessoas como eu, que só tenho intenção de cantar e levar alegria a todos. Jamais faria tal ato. Meu pai, minha mãe, minha esposa, e minha filha de 4 anos estavam lá no show para me prestigiar, inclusive minha filha estava no palco comigo.
Fico sim indignado com algumas pessoas da minha própria cidade achar que seria capaz de tal ato. Mas mesmo assim, venho humildemente pedir desculpas a todos que estavam presentes, e dizer que estamos investigando o que realmente aconteceu, mas tenho certeza que não partiu da Djavú! Tenho show esse final de semana em Brasília e Goiás e tenho certeza que vou ser bem recebido como sou bem recebido em todo BRASIL! Agradeço aos fãs que estão me apoiando, que conhecem a verdadeira conduta da nossa banda e que confiam em mim e em meu trabalho! Abraço a todos, GEANDSON RIOS!”

E se Eduardo e Mônica tivessem se conhecido nos dias de hoje?

Captura de Tela 2013-04-23 às 14.55.47
Quem aqui não conhece a música “Eduardo e Mônica” do Legião Urbana? A música que marcou toda uma geração e chegou até a ganhar uma versão especial feita pela operadora VIVO recentemente, participou da vida de munda gente.
A música conta a história do casal que se conheceu na faculdade mas aparentemente não tinham muita coisa em comum. Mas o amor falou mais forte. Eles se casaram e até tiveram filhos. Mas.. e se Eduardo tivesse conhecido Mônica nos tempos de hoje, com redes sociais, internet e outras inovações tecnológicas?
Pensando nisso, Gui Toledo e Bruno Félix fizeram uma versão da história do casal nos tempos de hoje. Os desenhos são do Luciano Andrade.