Anatel libera vendas de operadoras de telefonia móvel suspensas

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) autorizou nesta quinta-feira (2) que as três operadoras de telefonia móvel suspensas retomem, a partir desta sexta-feira (3), a venda de novos chips para serviços de voz e dados. Desde o dia 23 de julho, estava em vigor a proibição da venda de linhas da TIM (18 Estados e Distrito Federal), Oi (cinco Estados) e Claro (três Estados) — a suspensão ficou em vigor por 12 dias. Nos planos apresentados pelas empresas, a Claro afirmou que vai investir R$ 6,4 bilhões, a Oi R$ 5,5 bilhões e a TIM, R$ 8,8 bilhões. Segundo a Antael, o total é de R$ 20 bilhões de investimento nos próximos dois anos. Desse montante, cerca de R$ 4 bilhões são decorrentes da medida cautelar, ou seja, as empresas anteciparam e remanejaram alguns investimentos para atender à exigência de melhoria nos serviços. Ao anunciar a liberação, a Anatel afirmou que fará um monitoramento trimestral para conferir se as empresas estão trabalhando de acordo com os parâmetros de qualidade apresentados em seus planos. Entre eles, parâmetros de rede (taxa de acesso e taxa de queda de chamada, por exemplo) e também a qualidade de atendimento nos call centers. “O serviço não vai melhorar amanhã”, disse João Rezende, presidente da Anatel, durante o anúncio. Ele afirmou que a melhoria nas centrais de atendimento deve ser vista no período de 30 dias. Já os quesitos relacionados a rede devem ter melhoras de quatro a seis meses.
Suspensão
As empresas teriam o prazo de 30 dias, a partir da suspensão, para apresentar o chamado Plano Nacional de Ação de Melhoria da Prestação do Serviço Móvel, referente aos próximos dois anos. O conteúdo foi entregue pelas empresas, e as vendas, liberadas. Na terça-feira (31), o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, afirmou que a agência faria um “pente fino” nos planos antes de decidir sobre a liberação. Caso descumprissem a medida quando suspensas, as empresas teriam de pagar R$ 200 mil por dia.  A suspensão da Anatel teve como base uma análise nacional dos últimos 12 meses, que usou como indicadores os problemas com rede, interrupção de chamadas e má qualidade no atendimento. As operadoras foram proibidas de fazer vendas para novos clientes nos Estados em que lideravam a quantidade de reclamações (veja mapa abaixo). 
O ministro interino das Comunicações, Cezar Alvarez, ressaltou que a medida “extrema” era resultado da gravidade da situação, “que se deteriorava, com cidadão usando [o serviço], querendo e com disposição para consumir mais”. Ele destacou, segundo a “Agência Brasil”, que mesmo em momento de instabilidade financeira esse tipo de serviço não deixa de ser utilizado. “A economia pode desacelerar ou não, mas este bem tem consumo, não é supérfluo, é necessidade”.
Fonte: UOL

Caio Blat critica merchandising da Globo

Um dos principais atores do cinema nacional, Caio Blat(Xingu), participou de um bate-papo com o público durante um evento promovido pela prefeitura de Suzano e acabou fazendo críticas à Globo. O encontro ocorreu em maio, mas só agora o vídeo foi publicado. Blat falou que o cinema é a prioridade de sua carreira, mas criticou a forma como é feita a divulgação dos filmes nacionais. “Ia ao Vídeo Show, ao programa do Serginho Groisman para falar do filme. Achava que era um trabalho natural de divulgação, foi quando descobri que essas coisas são pagas. Quando vou ao Programa do Jô fazer uma entrevista, isso é considerado uma ação de merchandising, não é jornalismo”, afirma. Blat ainda criticou o monopólio na indústria cinematográfica nacional. “Se você não fechar com a Globo Filmes, seu filme morreu. Não vai aparecer na TV Globo, não vai aparecer nas revistas, seu filme vai ficar alienado”, criticou. O ator foi além e disse que ficou “enojado, horrorizado”, ao descobrir, ao trabalhar como produtor, como funciona o processo de distribuição. Ele explica que a Globo Filmes injeta dinheiro, mas a primeira parte da arrecadação sempre vai para a produtora. “É um adiantamento que estamos fazendo. Olha o que eles dizem! Adiantamento fez quem realizou o filme, investiu muito antes”, afirmou ele, antes de questionar: “O que a Globo faz? Quanto ela gastou para fazer esse ‘investimento’? Nada. O programa deles tem que acontecer todos os dias, eles precisam de gente para ser entrevistada. (A Globo) Não gastou nenhum centavo. Aí ela vai à bilheteria do filme, seu filme conseguiu fazer R$ 1 milhão, você está devendo R$ 4 (milhões). O produtor nunca vê um centavo”. O ator explicou ainda que a Televisão, para ele, é apenas um meio para o artista se sustentar, pois só o cinema não é suficiente. Ele citou exemplos de atores como Bruno Gagliasso e Cauâ Raymond que pedem dicas a ele sobre como ter uma boa carreira nas telonas. “Eu falo pra eles: ‘Claro (que você não consegue fazer filmes), você faz uma novela por ano, aceita tudo que eles pedem, não dá tempo do público esquecer’. Só que é difícil deixar isso de lado quando você está ganhando dinheiro e recebendo atenção”, explica. Ele cita o exemplo de Selton Melo. “Ele só conseguiu a independência financeira por causa da publicidade. Faz um comercial por ano e é o suficiente para ele ter liberdade artística”, disse.
Fonte: CineClick


Colisão mata três cavalos e deixa motorista com rosto desfigurado na região de Irecê

Um acidente ocorrido na noite desta quinta-feira (26), em um trecho entre os municípios de Irecê e Ibititá, deixou duas pessoas feridas e três cavalos mortos. De acordo com a polícia, o motorista Edelví José Porto, que viajava com sua esposa Sheila Cardoso Dourado, não teria conseguido parar o carro ao avistar os animais na pista. A colisão foi tão forte que um dos animais ficou preso dentro do veículo. O motorista teve parte do rosto desfigurado e continua internado no Hospital Regional Dr. Mário Dourado Sobrinho. Ele e sua esposa não correm risco de morrer. 
Fonte: Irecê Repórter, com informações e Foto da Caraíbas FM

21ª Semana de Arte e Cultura de Utinga não acontecerá mais este ano

O prefeito de Utinga, Joyuson Vieira, publicou no Diário Oficial o decreto informando o adiamento da 22ª Semana de Arte e Cultura, sem data pré-definida. 

Os motivos alegados pelo gestor, são os mesmos que o levou a não realizar o São João tradicional da cidade: (os efeitos da estiagem, a redução do FPM, a falta de patrocínio etc…) 
Em junho quando entrevistei o prefeito na Rádio 105 FM, ele falava sobre o Decreto de Situação de Emergência em função de seca que assolava a nossa região e, que considerando as recomendações do TCM – Tribunal de Contas dos Municípios, com relação aos gastos com festas populares para esses municípios, inviabilizaria a realização do São João com grandes atrações, por isso o São João seria apenas uma festa modesta com atrações locais e regionais. Mas, já naquela ocasião, o prefeito afirmava que o Decerto de Emergência já estava vencendo e que já havia sido renovado para os meses de julho e agosto, ou seja, ele já dava a entender que a Semana de Arte e Cultura também não aconteceria este ano.

O evento que teve sua primeira edição em 1990, na gestão do então prefeito Carlos Antônio Silva, e que originalmente acontecia no mês de agosto, já teve a sua data alterada em três ocasiões: em 1998, na administração de Aberto Muniz, passou a acontecer em janeiro, permanecendo assim até o ano de 2004. Logo no inicio da primeira gestão do atual prefeito, a festa teve a sua data mais uma vez alterada, para o mês de abril, na semana que coincide com o aniversário de emancipação político-administrativa do município; já na atual gestão, a Semana de Arte voltou a ser realizada em sua data de origem, em agosto, na semana do folclore. Agora só Deus sabe quando será. 
Blog do Léo Barbosa

DECRETO nº 76/12 De 25 de  Julho de 2012.
O PREFEITO MUNICIPAL DE UTINGA-BA, no uso de suas atribuições legais que lhe são conferidas pela Lei Orgânica Municipal e Considerando que permanecem presentes os graves efeitos do maior período de seca das ultimas décadas, em toda a região;
Considerando as visíveis dificuldades econômicas que assolam a população utinguense e regional, cuja principal atividade econômica é a agricultura;
Considerando os vultosos investimentos efetuados com recursos próprios, para implantação, ampliação e melhoria dos Sistemas de abastecimento d’água de toda a Zona Rural do Município;
Considerando os prejuízos provocados pelas ações 
do INEMA- Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hidrícos, à nossa agricultura irrigada, em função da suspensão do uso de água do Rio Utinga para este fim;
Considerando as enormes dificuldades por que passam os Municípios, em função das drásticas reduções de receitas provocadas, dentre outros motivos, 
pela isenção de IPI- Imposto Sobre Produtos Industrializados, sobre diversos produtos nacionais como veículos, geladeiras, fogões, etc.., impactando diretamente no montante do FPM- Fundo de Participação dos Municipios;
Considerando as recomendações do TCM- Tribunal de Contas dos Municípios, quanto a necessidade de parcimônia nos gastos com festas populares, mormente em períodos de Decretos de Situação de Emergência Municipal;
Considerando a necessidade de se estender o período da Situação de Emergência, de sorte a propiciar aos nossos munícipes continuidade dos benefícios emergenciais e bancários, em razão dos efeitos da seca;
Considerando as determinações legais e orientações do TCM- Tribunal de Contas dos Municípios, no que tange a restrições à Administração Pública para o 
último semestre do mandato dos atuais gestores;
Considerando a impossibilidade de patrocínios do Governo do Estado, em função das restrições impostas pela Legislação Eleitoral; 
Considerando a recusa de patrocinios por diversos colaboradores habituais, da iniciativa privada, sob a alegação de que foram afetados pela crise econômica que assola a região atingida pela seca e, ainda, pelas cautelas que estão adotando em prevenção a atual situação economica do País e do Mundo;
Considerando que a tradicional Semana de Arte e Cultura Utinguense, de há muito, ultrapassou nossas fronteiras e é diretamente impactada por toda a região do semi-árido baiano, atualmente, vitimada pelos efeitos danosos da seca, portanto, ora fadada ao insucesso, em função desses efeitos, 
DECRETA:
Art. 1º – Fica adiada, sem data pré-definida, para realizar-se em momento mais oportuno, a 22ª Semana de Arte e Cultura de Utinga.
Art. 2º – Este decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.
Registre-se, Publique-se e Cumpra-se.
GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE UTINGA-BA, 
em 25 de Julho de 2012.
JOYUSON VIEIRA SANTOS
PREFEITO MUNICIPAL

Ex-delegado de Ourolândia é condenado a 17 anos de prisão por assassinato

Em julgamento realizado durante todo o dia de ontem, 24, nas dependências do Fórum Jorge Calmon, em Jacobina, o ex-delegado de polícia, Antônio Silva Lima, foi condenado a 17 anos de prisão, em regime fechado, pelo assassinato de Expedito Isaías Cavalcante, ocorrido no ano de 2000.
O júri formado por mulheres acabou por considerar o réu culpado, sendo posteriormente proferida a decisão do juiz, Dr. Vicente Santana Reis Filho. O veredito foi conhecido somente na noite de ontem.
HISTÓRIA DO CRIME
Expedito Isaías Cavalcante possuía 36 anos à época do crime 
O crime ocorreu no dia 19 de novembro de 2000. À época, o então delegado Antônio Lima, realizou a prisão da vítima, Expedito Isaias, sob a alegação de que este portava uma arma de forma ilegal. Segundo testemunhas, após a prisão, que aconteceu na praça da rodoviária de Ourolândia, Expedito foi espancado durante todo o dia e foi deixado sem vida no Hospital Antônio Teixeira Sobrinho, em Jacobina, vítima de um disparo de arma de fogo na cabeça.

O caso teve grande repercussão à época, a ponto do então senador, Eduardo Suplicy (PT-SP), cobrar providências a Procuradoria-geral de Justiça do Estado da Bahia. Os promotores Dr. Luiz Alberto Lima Figueiredo, Dr. Luciano Pita Santos e do Dr. José Jorge Meireles de Freitas apresentaram denúncia à Justiça contra o acusado, que foi prontamente aceita pela Vara Crime de Jacobina, e o ex-delegado passou a ser considerado foragido da justiça, sendo preso após ser flagranteado por porte ilegal e tráfico de armas numa blitz da Polícia Rodoviária Federal, na região de Feira de Santana. 


(informações do jornalista Ricardo Almeida; fotos: Arnaldo Silva)


Homem deixa veículo em acostamento e morre atropelado na BR 101


Na manhã desta quinta-feira (26), por volta das 8h, Oscar Dias Barreto, 46 anos, residente em Salinas da Margarida, foi atropeledo por um caminhão não identificado, na BR 101, Km 258, local conhecido como ‘Praia do Dendê’, próximo da entrada de Santo Antônio de Jesus, (184 Km de Salvador). Segundo informações do SAMU o corpo estava totalmente esfacelado e irreconhecível, com vísceras em várias partes da pista. De acordo com a Policial Rodoviária Federal, a vítima deixou o veículo Fiat Uno, cor branca, JQO 2736, licença de Santo Antônio de Jesus, estacionado cerca de uns 80 metros de onde ocorreu a tragédia, “encontramos as chaves do carro em seu bolso, ainda não sabemos o motivo que o cidadão abandonou o Uno, atravessou a pista, vindo a ser atropelado alguns metros do local do acidente”, disse um dos policias. O corpo foi recolhido e encaminhado para o DPT (Departamento de Polícia Técnica).

(Samu e Polícia Civil na BR 101, Praia de Dênde)
Fonte: Voz da Bahia

Eleição deste ano terá 106 ‘Lulas’, 68 ‘Dilmas’ e 48 ‘Tiriricas’ candidatos

Divulgação
Maria Aparecida, candidata de
Montes Claros (MG), tem o apelido de Dilma 
Nas eleições municipais em outubro deste ano, 222 candidatos resolveram escolher nomes de urna –-aquele que aparece na urna eletrônica–- iguais aos de três campeões em eleições anteriores. Ao todo, 106 políticos escolheram Lula, 68 candidatas escolheram Dilma e 48 optaram por Tiririca como o nome de urna, de acordo com dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).
Segundo a Justiça Eleitoral, os candidatos podem escolher o nome de urna que quiserem, seja um apelido ou nome próprio. Em 2002 e 2006, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi eleito e reeleito utilizando como nome na urna apenas Lula.
Em 2010, a presidente Dilma Rousseff se elegeu com o nome de urna Dilma. No mesmo ano, o palhaço Francisco Everardo Oliveira Silva foi eleito o deputado federal mais votado do Brasil, com 1.353.367 votos, utilizando o nome de Tiririca, pelo qual já era famoso antes das eleições.

Efeito Tiririca

Neste ano, as “Dilmas”, “Lulas” e “Tiriricas” não são necessariamente homônimos dos políticos famosos. Em Frutal (MG), o tratorista e candidato à Câmara Valdemir Siqueira da Silva (PT), 34, não teve dúvidas na hora de escolher Tiririca como seu nome de urna.
“Quando cheguei na cidade [ele nasceu em Itaíba, Pernambuco] adolescente com minha família, uns  20 anos atrás, um colega me achou parecido com o Tiririca, que na época fazia sucesso, e me deu logo o apelido”, afirma Silva. “Aí pegou. Todo mundo me conhece como Tiririca aqui em Frutal.”
O presidente do PT na cidade, Walter Mattos, logo viu o potencial de puxador de votos para a sigla e convidou Tiririca para ser candidato. “Escolhi para ele o número 13100, que é um dos melhores em termos de facilidade de memorização”, afirma Mattos, que também é candidato e escolheu para si o número 13000.
“A expectativa é que o nome ajude o rapaz a se eleger e puxar votos sim, mas se servir só para elegê-lo já está ótimo”, diz o político.
“Acho que deve ajudar, na hora das pessoas lembrarem que sou candidato e votar em mim”, diz Silva. “Se o partido achar que é o caso, estou disposto até a vestir uma fantasia de palhaço durante a campanha, igual ao Tiririca mesmo”, diz o candidato.

Coincidência

Em Montes Claros (MG), a cabelereira Maria Aparecida Francisca de Oliveira (PSD), 42, tenta uma vaga na Câmara com o nome de urna Dilma. “Esse é meu apelido”, diz ela. “Se eu colocasse outro nome de urna, as pessoas não iam reconhecer”, afirma.
Apesar da falta de semelhança entre seu nome verdadeiro e o nome de urna, a candidata afirma que Dilma é “um apelido de infância”. “Nem pensei nisso [o nome ser igual ao da presidente da República] na hora de escolher o nome de urna. Acho que não vai me atrapalhar, mas também não sei se ajuda a ganhar votos não”, diz a candidata.
Ela concorrerá com o técnico de eletricidade Edson Luiz Araújo (PRP), 44,  o “Lula” de Montes Claros. “O Lula é por causa do Luiz no meu nome”, afirma o candidato. “Sou um grande fã do ex-presidente Lula, e fico muito feliz de ter o mesmo apelido que ele, mas é uma coincidência”, diz o candidato.
Apesar disso, ele admite que a “coincidência” pesou na escolha do nome de urna, e que vai ajudar nas eleições. “Estou animado com isso sim. A lembrança do ex-presidente vai ajudar a gravar meu nome e número, com certeza”, afirma.
Dos 106 candidatos com nome de urna Lula neste ano, quatro são candidatos a prefeito, cinco a vice e o restante a vereador. Das ‘Dilmas’, apenas uma tenta a prefeitura, o restante é candidata ao cargo de vereadora. Dentre os ‘Tiriricas’, um concorre a vice, os outros a vereador.
Fonte: UOL



Utinga será um dos 62 municípios baianos beneficiados com o PRONATEC

A
Rede Estadual de Educação Profissional da Bahia foi habilitada pelo Ministério
da Educação (MEC) a ofertar cursos pelo Programa Nacional de Acesso ao
Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) a partir deste semestre. Serão 5.677 vagas
em 62 municípios, consolidando a rede como a maior instituição do estado a
oferecer cursos técnicos. Para a ação, o Governo da Bahia vai contar com,
aproximadamente, R$ 16 milhões de investimentos.
Com o Pronatec, a Rede Estadual de Educação
Profissional reforçará o atendimento às demandas de formação do Porto Sul, Vida
Melhor (Urbano e Rural), Copa 2014, além da interiorização das políticas
estaduais de saúde e da cultura, e de demandas territoriais específicas.
A Bahia obteve o segundo maior
montante destinado aos estados, dos nove que conseguiram atender aos
condicionantes do MEC. No total, o ministério vai investir R$ 92 milhões. O
tamanho e capilaridade da rede estadual, que conta com 54 Centros Territoriais
e Estaduais de Educação Profissional, além da boa execução dos programas
federais e do número de matrículas (56.604 estudantes e trabalhadores
beneficiados), foram determinantes, afirma Almerico Lima, superintendente de
Educação Profissional.
A previsão é de que os cursos comecem
em setembro e outubro, com as inscrições ocorrendo já no mês de agosto. Os estudantes terão transporte, alimentação,
fardamento composto por camisa, boné e bolsa, material e livro didático. Além
da rede estadual, o Senai, Senac, Ifba e IFbahiano, também ofertam cursos do
Pronatec no estado.

Oportunidades
Serão ofertados 63 cursos de formação
inicial ou qualificação profissional em onze eixos tecnológicos. Dentre os
cursos, estão: cuidador de idosos, manutenção e montagem de micros,
auxiliar técnico-administrativo, auxiliar técnico de agropecuária, regente de
banda, agente de informações 
turísticas, agente socioambiental, agente de observação de segurança na
Indústria e na construção civil, atendente de nutrição, eletricista industrial
e predial, preparador de pescado,desenhista de construção civil, agente
comunitário de saúde e agente de controle de
endemias.
Os cursos serão ofertados para estudantes do
3º ano do ensino médio ou estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA)
médio (tempo formativo VI e VII) e para concluintes de curso EJA Fundamental
que estejam no Cadastro Único do Governo Federal.


Em sete municípios
de diferentes Territórios de Identidade (TI), a Educação Profissional Estadual
será ofertada pela primeira vez. São eles: São Desidério, no TI da Bacia do Rio
Grande; Utinga, no TI da Chapada
Diamantina
; Ibititá, no TI de Irecê; Conceição da Feira e Santo
Estevão, no TI Portal do Sertão; Jandaíra, no TI Agreste de Alagoinhas/Litoral
Norte e São Francisco do Conde, no TI do Recôncavo.

Outros municípios poderão ser beneficiados posteriormente.
Pedagógico
O diferencial dos cursos da Rede Estadual de
Educação Profissional está na concepção pedagógica. Os cursos são todos
vinculados a uma modalidade técnica específica. Deste modo, o estudante poderá
prosseguir, se desejar os estudos. As cargas horárias, entre 240 e 600 horas,
foram ampliadas para garantir a introdução de Português e Matemática
instrumentais, noções de organização do processo de trabalho, de ética e de
direitos do trabalho, observa Almerico Lima.
O conteúdo técnico envolve prática e
conhecimentos científicos e tecnológicos. Assim, o curso de preparação de
pescado, por exemplo, terá também como conteúdo, noções de biologia de animais
aquáticos, de microbiologia e de segurança alimentar.

Fonte: Portal Secopa

Motorista de acidente com Shaolin será ouvido em audiência na Paraíba

Após 1
ano e seis meses, o motorista envolvido no acidente com o humorista Shaolin
será ouvido na Paraíba durante a continuação da audiência de instrução e
julgamento. A sessão acontece no próximo dia 31 de julho na cidade de Sapé, na
Zona da Mata paraibana. A primeira parte da audiência ocorreu no dia 13 de
março deste ano, mas o motorista não foi ouvido. Jobson Clemente
Benício foi acusado pelo Ministério Público de provocar o acidente com o
humorista no dia 18 de janeiro de 2011. Ele será ouvido na 3ª Vara da Comarca
da Sapé, junto com testemunhas de defesa. Apesar de o acidente ter acontecido
em Campina Grande, o depoimento acontecerá em Sapé porque o
acusado reside na cidade. A audiência está marcada para as 8h45. Manoel
de Pontes Benício, tio de Jobson, disse que esta confiante no julgamento e que
a família reza pela recuperação do humorista. “Tem que rezar para Shaolin ficar
bom. Deus vai abençoar e ele vai ficar bom. Sobre o julgamento, até o juiz vai
ver quem tava errado. Shaolin vinha com excesso de velocidade”, explicou.Já o
advogado de Shaolin, Rodrigo Celino, disse que acredita que o caminhoneiro será
condenado pelos crimes dos quais está sendo acusado. “Ele provocou uma
tristeza para a família e para toda a sociedade. Queremos a pena máxima que
pode chegar a quatro anos de prisão. Ainda é muito pouco para a dimensão do que
ele causou”, disse. Depois da audiência, que acontece através de
carta precatória, o trâmite processual retorna para Campina Grande, onde será
concluído o processo na 4ª Vara Criminal do município. A sentença será
proferida pelo juiz Vandemberg de Freitas e não há previsão para que se encerre
o julgamento.
O laudo
da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apontou que um caminhão invadiu a pista contrária
e bateu no carro de Shaolin. O motorista deste caminhão, o jovem Jobson
Clemente Benício, foi denunciado pelo Ministério Público por lesão corporal
provocada por veículo automotor e omissão de socorro. Acidente
O grave
acidente aconteceu no dia 18 de janeiro de 2011 na BR-230, próximo a Campina
Grande. Ele seguia do distrito São José da Mata, com destino à cidade, quando
um caminhão que seguia na faixa oposta teria invadido a contramão e colidido
com o seu veículo. No mesmo dia, Shaolin foi socorrido e internado no Hospital
de Emergência e Trauma da cidade. Pouco tempo depois foi transferido para o
Hospital das Clínicas, em São Paulo, onde foi submetido a cirurgias e ficou
internado por cerca de cinco meses.
Depois da alta, o humorista recebe tratamentos de
fisioterapia, fonoaudiologia e neuropsicologia na própria casa, em Campina
Grande. Segundo a família, ele apresenta certo nível de consciência e está
progredindo. Shaolin permanece em coma vigil, um tipo de coma em que ele esboça
reações involuntárias, segundo os especialistas. A família informou que ele
está apresentando melhoras. 

Fonte: G1)

Viatura bate em caminhão cegonha e carros pegam fogo na BR-101

Um caminhão cegonha e cerca de oito carros que eram transportados pelo veículo pegaram fogo após colisão com uma viatura da Polícia Militar no km-565 da BR-101, trecho da cidade de Arataca, a cerca de 500 km de Salvador. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, o acidente ocorreu por volta das 7h30 desta sexta-feira (20). Segundo a PRF, chovia no momento do acidente e o a viatura da polícia derrapou na pista e colidiu lateralmente com o caminhão cegonha, jogando o veiculo para fora da pista. O caminhão caiu em uma ribanceira e pegou fogo, destruindo os carros que eram transportados. A PRF informa que o motorista do caminhão cegonha conseguiu escapar e não há informações sobre feridos. 

Foto: Reprodução/TVSanta Cruz