Caixa paga parcela de R$ 300 a 1,6 milhão de beneficiários do Bolsa Família





Caixa paga parcela de R$ 300 a 1,6 milhão de beneficiários do Bolsa Família

A Caixa Econômica Federal (CEF) paga nesta segunda-feira (dia 26) a segunda parcela extra no valor de R$ 300 do auxilio emergencial a 1,6 milhão de beneficiários do Bolsa Família cujo número do NIS termina em 6. Os pagamentos são feitos da mesma forma que o Bolsa. O calendário desta parcela segue até 30 de outubro. As duas últimas serão pagas em novembro e dezembro.




Ao todo, mais de 16 milhões de pessoas cadastradas no programa Bolsa Família foram consideradas elegíveis para a segunda parcela do auxílio emergencial e receberão, no total, R$ 4,2 bilhões durante o mês de outubro.

(mais…)

Nova rodada de pagamento: Caixa libera saque do auxílio para 4 milhões





 

A Caixa libera nesta terça-feira (dia 20) os saques e as transferências bancárias do auxílio emergencial para aproximadamente quatro milhões trabalhadores informais, desempregados ou que perderam renda na pandemia, nascidos em outubro, que receberam o pagamento referente ao ciclo 2 nas contas digitais do Caixa Tem.




Na quinta-feira (dia 22), será a vez de 3,8 milhões de beneficiários nascidos em novembro e, no dia 27 de outubro, os saques estão disponíveis para os nascidos em dezembro. Deste grupo fazem parte os trabalhadores do Cadastro Único e inscritos via site e aplicativo.

Cerca de 1,6 milhão de beneficiários do Bolsa Família com NIS final 2 vão receber a 7ª parcela do auxílio emergencial, 2ª cota extra após a prorrogação do benefício até dezembro, nesta terça-feira (dia 20).

(mais…)

Caixa paga auxílio emergencial para trabalhadores nascidos em julho





A Caixa Econômica Federal paga hoje (16) o auxílio emergencial para 3,6 milhões de brasileiros nascidos em julho. Serão liberados R$ 1,6 bilhão para beneficiários que não fazem parte do Bolsa Família, no ciclo 3 de pagamentos do programa. Os pertencentes ao Bolsa Família recebem de acordo com o calendário do programa.




Do total, 1,3 milhão receberão R$ 800 milhões referentes a parcela do auxílio emergencial regular, no valor de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães chefes de família). Os demais, 2,3 milhões, serão contemplados com a primeira parcela do auxílio emergencial extensão de R$ 300 (R$ 600 para mães chefes de família), num total de R$ 800 milhões.

(mais…)

Por que nem todos vão receber as 4 parcelas do auxílio de R$ 300?






No início de setembro, por meio de uma Medida Provisória, o auxílio emergencial foi oficialmente prorrogado. Chamado de auxílio emergencial residual, ele terá até quatro novas parcelas de R$300 que serão pagas até o fim de 2020.




Ou seja: além das cinco parcelas de R$ 600 pagas desde abril aos beneficiários, serão pagas até quatro parcelas a mais com a metade deste valor, de R$ 300.

Mas nem todos os beneficiários do auxílio emergencial receberão as quatro parcelas adicionais, segundo a nova medida.

O número de parcelas de R$300 que cada um vai receber depende de quando cai a sua última parcela do auxílio de R$600. Na prática: o auxílio de R$300 é uma forma de garantir a continuidade do benefício até o final do ano. Se a sua última parcela de R$600 será paga em novembro, por exemplo, você só receberá uma parcela de R$300 (a de dezembro).




Veja abaixo a explicação detalhada e entenda quem tem ou não direito ao auxílio de R$ 300?

(mais…)

Auxílio emergencial vai pagar adicional de R$ 1.200 até dezembro. Veja quem recebe


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou no começo deste mês novos pagamentos do auxílio emergencial. Agora, os beneficiários receberão um adicional de R$ 1,2 mil, distribuído em mais quatro parcelas no valor de R$ 300 até dezembro. Esta, inclusive, não é a primeira prorrogação do benefício.

Programado inicialmente para durar três meses (abril, maio e junho), o auxílio emergencial recebeu outras duas parcelas (julho e agosto). Do número total de beneficiários, 19,2 milhões possuem cadastro no Bolsa Família, 10,5 milhões advêm do Cadastro Único (CadÚnico) e 37,5 milhões constituem os aprovados no site ou aplicativo.

Quantidade de parcelas a receber

(mais…)

Auxílio: mais 492 mil pessoas vão receber pelo menos 5 parcelas de R$ 600




 

Mais 492 mil cadastros para o recebimento do auxílio emergencial passaram por reanálise, após contestação no aplicativo da Caixa ou via Defensoria Pública da União, e foram aprovados nesta semana, segundo o Ministério da Cidadania. Todos terão direito a cinco parcelas regulares do benefício, no valor de R$ 600.




A estimativa é que outras 150 mil contestações que estão em análise também sejam aprovadas. Estes trabalhadores informais, autônomos, desempregados sem seguro-desemprego, microempreendedores individuais (MEIs) e inscritos no CadÚnico sem Bolsa Família perderam renda durante a pandemia de Covid-19 e entrarão nos ciclos de pagamento da Caixa Econômica Federal que já estão em andamento.

Segundo o governo, não haverá a criação de novos calendários para este público. Caso o número de cinco parcelas ultrapasse a data limite de dezembro, como é o caso dos 492 mil aprovados agora, estas pessoas receberão as duas últimas cotas no último mês do ano.

(mais…)

Governo Federal divulga calendário de pagamento da extensão do Auxílio Emergencial




Foi publicada, em edição extra do Diário Oficial desta segunda-feira (28.09), a Portaria Nº 496, de 28 de setembro de 2020, que detalha como serão feitos os pagamentos da extensão do Auxílio Emergencial para os beneficiários que não fazem parte do Programa Bolsa Família, isto é, os brasileiros integrantes do Cadastro Único (CadÚnico) e aqueles que solicitaram o benefício do Auxílio Emergencial a partir do aplicativo de celular (Extracad).




A primeira parcela da extensão do auxílio será paga a partir desta quarta-feira (30.09). Serão 27 milhões de pessoas que receberão R$ 300 ou R$ 600 (no caso de mães monoparentais), o que totaliza um investimento do Governo Federal de mais de R$ 9 bilhões. Assim como ocorreu até o presente momento, o calendário seguirá o mês de nascimento dos beneficiários, ou seja, os créditos se iniciarão por aqueles nascidos em janeiro, depois fevereiro, março e assim sucessivamente, em poupança social digital já existente em seu nome.




(mais…)

Auxílio emergencial: confira cronograma de pagamentos dessa semana





A Caixa Econômica Federal voltará a realizar o depósito do auxílio emergencial em contas digitais a partir da próxima segunda-feira (23), para os nascidos em outubro e novembro que fazem parte do Ciclo 2.




Vale lembrar que os pagamentos são separados em duas etapas: depósitos e depois liberação de saques e transferências. Com a primeira parte se aproximando do fim, a segunda, já iniciada, também tem nova data nesta semana. Na terça (29), os nascidos em março poderão sacar os R$ 600.

 

Além dos pagamentos para integrantes do Ciclo 2 do auxílio emergencial , há ainda nesta semana o fim dos pagamentos da primeira parcela de R$ 300 para os integrantes do Bolsa Família. Recebendo sempre nos últimos 15 dias úteis do mês, os integrantes do programa de transferência de renda não precisam esperar para sacar o dinheiro.

(mais…)

Governo quer limitar pagamento de precatórios para financiar Renda Cidadã





Líderes do Congresso Nacional e governo querem que o novo programa social, chamado de Renda Cidadã, seja mantido por recursos destinados a precatórios. A ideia é adotar uma trava de 2% da receita corrente da União para essa finalidade — o que pode liberar aproximadamente R$ 35 bilhões. Esse dinheiro seria destinado ao novo programa que deve substituir o Bolsa Família a partir de janeiro.

Precatórios são uma espécie de ordem de pagamento decorrente de condenações judiciais. A União gasta cerca de R$ 55 bilhões por ano com esse tipo de desembolso.

 



(mais…)

Confira todos os benefícios que você pode receber com o CadÚnico





Inúmeros programas são disponibilizada pelo Governo Federal para amenizar os impactos financeiros causados pela pandemia do novo coronavírus. Contudo, uma das principais ferramentas que têm sido utilizadas para a implementação de programas assistenciais no país é o Cadastro Único, mais conhecido como CadÚnico. É por meio do Cadastro Único que os estados e municípios têm acesso às informações dos cidadãos, sendo possível conhecer melhor a realidade socioeconômica de cada região. No Cadastro Único, além da identificação de cada integrante da família, também são registradas informações sobre a residência, grau de escolaridade, situação de trabalho e renda, dentre outras informações. Aqui neste artigo, conheça todos os benefícios que você pode receber com o CadÚnico.



Confira todos os benefícios que você pode receber com o CadÚnico

(mais…)