Faxineira junta parcelas do auxílio emergencial e monta negócio próprio





A agora ex-faxineira Luana de Jesus, de 33 anos, foi uma das brasileiras beneficiadas pelo auxílio emergencial criado pelo governo federal para conter as consequências econômicas geradas pela pandemia da Covid-19. Inserida no grupo de mães chefe de família, Luana juntou os valores referentes aos dois primeiros meses, que somou R$ 2.400 e, ao invés de correr para pagar dívidas, investiu em um negócio próprio.




Luana organizou um pequeno frigorífico de frangos, no interior de Sergipe, e já pensa em expandir o negócio, de acordo com o site UOL.

 

À época, Luana pensou em desistir de realizar o grande de virar empreendedora, pois estava precisando de um sofá para a casa, além de quitar uma dívida da faculdade de administração para conseguir receber o diploma.




A ideia de montar um negócio próprio é antiga, mas a de abrir um frigorífico surgiu em 2019, quando Luana começou a trabalhar cortando frangos em um estabelecimento na cidade onde mora, em Itabaianinha, a 120 quilômetros de Aracaju.

“Sempre tive esse espírito de empreender: fazia unha, vendia produtos de catálogo, mas não sabia o que montar. Um dia fui chamada para trabalhar em um frigorífico no caixa. E, aos sábados, cortava frangos. E não é que levava jeito mesmo? Me identifiquei”, contou à reportagem.

Até pouco tempo antes de montar o negócio, Luana se mantinha, junto com dois filhos, somando os R$ 100 que ganhava prestando serviço ao frigorífico, com R$214 que recebia do Bolsa família e faxinas que fazia como complemento ao valor de R4 30.

Luana foi dispensada do frigorífico onde trabalhava sem carteira assinada no mês de maio, em meio a pandemia, após partilhar com a dona do estabelecimento que também gostaria de vender frangos por conta própria.
Luana não tinha nada para montar o empreendimento. Com R$ 200, pagou a água e energia do local que alugou, próximo de casa. O restante foi usado para pagar o aluguel e comprar os apetrechos do novo negócio: balança de precisão, tábuas para cortar frangos, mesa de aço inox, toldos e placas. A despesa para abrir o empreendimento passou dos R$ 2.400.




O caixa no vermelho a fez pedir um empréstimo enquanto esperava a terceira parcela do auxílio emergencial para quitar o débito. Como também faltou dinheiro para comprar os frangos, Luana fez parceria com outro frigorífico. Ela pega os produtos de um fornecedor, paga apenas pelo que vende e devolve o que não consegue comercializar.

Sem dinheiro para investir em marketing, Luana criou uma conta do seu novo negócio nas redes sociais, e fez um acordo com um digital influencer da região. Ele marcaria o frigorífico nos storie e Luana pagaria o serviço com a única coisa disponível: Frango.

O frigorífico ainda não completou um mês de atividade, mas o sucesso em Itabaianinha já faz Luana sonhar com a expansão. Ela quer montar um pequeno abatedouro na própria casa para atender a demanda, que só cresce.




Presidente do Banco do Brasil pede demissão do cargo




O novo presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, durante cerimônia de transmissão do cargo na sede do Banco do Brasil

O presidente do Banco do Brasil (BB), Rubem Novaes, entregou nesta sexta-feira (24) um pedido de renúncia do cargo ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da Economia, Paulo Guedes. A informação foi dada pelo próprio banco, em comunicado de fato relevante distribuído à imprensa e ao mercado financeiro. Ele ocupava o posto desde o início do governo, em janeiro de 2019. 




Segundo o BB, a demissão vale a partir de agosto, em data a ser definida. O comunicado informa que Novaes, de 74 anos, deixa o cargo por entender que a “companhia precisa de renovação para enfrentar os momentos futuros de muitas inovações no sistema bancário”.




O Banco do Brasil é uma sociedade de economia mista, com participação majoritária da União, sendo a maior instituição financeira do país, com mais de R$ 1,57 trilhão em ativos. Juntamente com a Caixa Econômica Federal, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Banco da Amazônia e o Banco do Nordeste, o Banco do Brasil é um dos cinco bancos públicos controlados pelo governo brasileiro.

(Agência Brasil/Edição: Fábio Massalli)



Guedes entrega hoje ao Congresso proposta de reforma tributária




O ministro da Economia, Paulo Guedes. fala à imprensa no Palácio do Planalto

 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, entrega ao Congresso Nacional na tarde de hoje (21) a proposta de reforma tributária. O texto será entregue aos presidentes do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, às 14h30, no Congresso Nacional.




No último dia 16, o ministro disse que será entregue hoje a primeira parte da proposta de reforma tributária. Em transmissão ao vivo promovida por uma corretora, ele informou que pretende ir à casa do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), entregar uma versão fatiada do texto sem o imposto sobre pagamentos eletrônicos, que ficaria para uma segunda etapa.

Reforma




Segundo Paulo Guedes, a primeira parte da proposta do governo sobre a reforma tratará apenas a unificação de impostos federais e estaduais num futuro Imposto sobre Valor Agregado (IVA) dual. O texto do governo será unificado às propostas da Câmara e do Senado que tramitam na comissão mista desde o início do ano.

(mais…)

Quando cai o pagamento do décimo terceiro (13º) salário em 2020?




Natal, happy hour da empresa, Black Friday, amigo secreto, viagem de Ano Novo…. A lista de gastos de fim do ano só cresce conforme o segundo semestre avança. A boa notícia é que, justamente nesse momento, entra uma renda extra: o 13º. Mas… Quando cai o pagamento do décimo terceiro (13º) salário 2020? Será que pode ser antecipado com esta crise?

Pagamento do 13º 2020: quando vou receber com essa?

A legislação determina o pagamento do 13º salário de duas formas diferentes. Em 2020, ele foi calendarizado assim:

  • Em uma parcela: pagamento integral até o dia 30 de novembro;
  • Em duas parcelas: a primeira parcela deve ser efetuada entre 1º de fevereiro e 30 de novembro; a segunda, até o dia 20 de dezembro de 2020.





Isso significa que as empresas têm liberdade de escolher a data de pagamento do 13º salário com a condição de obedecer a esses prazos limites. (mais…)

Guedes quer destinar recursos do Fundeb para o Renda Brasil




A equipe econômica quer destinar os recursos da ampliação do Fundeb, fundo de financiamento da educação básica, para criar um benefício adicional a crianças atendidas pelo Renda Brasil, programa que substituirá o Bolsa Família.
A ideia precisa ser analisada pelo Congresso, que discute com o Executivo os termos da reforma do fundo, válido só até o fim deste ano, caso não seja renovado.
A legislação atual prevê uma complementação da União de 10% sobre as receitas arrecadadas no sistema, irrigado por impostos estaduais, municipais e federais.




A ajuda é destinada a municípios que não conseguem alcançar o investimento mínimo por aluno, estabelecido anualmente. Para este ano, os repasses estão estimados em cerca de R$ 16 bilhões, segundo o Orçamento.
O projeto em discussão no Congresso prevê uma elevação gradual desse aporte federal até chegar a 20%. É sobre esse recurso extra — ou seja, acima dos atuais 10% — que a equipe econômica quer negociar, segundo fontes próximas ao ministro da Economia, Paulo Guedes.
O plano é usar o valor adicional para ampliar a transferência de renda a crianças que integrem o Renda Brasil, em vez de direcionar o dinheiro novo para as atribuições originais do Fundeb.
Considerando que a arrecadação para o Fundeb seja semelhante à de 2020 nos anos seguintes, isso significaria um reforço de R$ 16 bilhões para o programa social, voltado a lares em que a renda é de R$ 250 por pessoa.

(mais…)

Renda Brasil além dos R$ 300 por mês, também vai dar auxílio-creche de R$ 250




Renda Brasil além dos R$ 300 por mês, também vai dar auxílio-creche de R$ 250 | © iStock

O governo está cheio de ideias e está se movimentando para criar o novo programa social Renda Brasil, que vai substituir o Bolsa Família, passando a atender  mais de 40 milhões de pessoas.

No inicio deste mês, o ministro da Economia, Paulo Guedes, adiantou o valor que será pago no Renda Brasil. Guedes informou que o programa vai pagar valores entre R$ 200 e R$ 300 mensais.




Agora, a equipe econômica de Bolsonaro também avalia criar um vale de R$ 250 por mês para que crianças atendidas pelo novo programa social Renda Brasil tenham acesso a creches. A medida teria custo de R$ 6 bilhões e seria financiada com redução de gastos em outras áreas.

(mais…)

Você pode ter direito a uma bolada de correção do FGTS e nem sabe





Milhares de processos por todo o país aguardam uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) referente ao julgamento da Correção do FGTS. O índice de correção dos valores das contas das pessoas no FGTS é a Taxa Referencial (TR), mas ela sofreu uma defasagem em relação aos índices que medem a inflação (INPC e IPCA-E).




Você pode ter direito à correção do FGTS de até 88% e nem sabe
Portanto, é provável que o dinheiro que os trabalhadores têm depositados nas contas do FGTS sejam maiores. Além disso, segundo advogados especialistas, os saldos do FGTS de 1999 à 2013 podem ter uma correção entre 48% e 88%.

O dinheiro depositado na conta serve para financiar programas de moradias, projetos de saneamento básico e outros, sendo devolvido ao trabalhador. Entretanto, ele está desvalorizado em relação à inflação.

Mas afinal, como está e quando será o julgamento?
O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), decidiu, no último sábado, suspender o julgamento dos processos que definem o índice de correção aplicado nos débitos trabalhistas. Você pode conferir a íntegra da decisão aqui.

(mais…)

Substituto do Bolsa Família: Qual será o valor mensal para beneficiários do Renda Brasil?





Qual será o valor mensal para beneficiários do Renda Brasil? O novo programa de renda mínima permanente, chamado de Renda Brasil, irá substituir o Bolsa Família e ainda ampliá-lo. Ou seja, ele vai abranger outros programas do governo, como o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e o Seguro Defeso.




O valor será maior que o do Bolsa Família, que atualmente transfere entre R$ 89 e R$ 205 para famílias com crianças ou adolescentes matriculados na escola. Segundo informações da Caixa, hoje são 13,5 milhões de famílias beneficiadas. O Renda Brasil terá valor entre R$ 200 e R$ 300, segundo o ministro da Economia, Paulo Guedes.

A ampliação dos programas sociais vem após a pandemia mostrar a extrema necessidade da população brasileira em viver uma vida mais digna.




O governo federal pagou a terceira parcela do auxílio emergencial de R$ 600 e anunciou três novas parcelas de R$ 500, R$ 400 e R$ 300. Entretanto, esses valores ainda precisam passar por aprovação no congresso.

O novo programa de transferência de renda é uma aposta da equipe econômica para que se evite queda maior da economia e proteção dos mais vulneráveis.




Novos saques do FGTS começam a ser liberados na segunda-feira; veja calendário






Calendário de saques emergenciais por conta da pandemia do coronavírus seguirá mês de nascimento do beneficiário. Cada trabalhador poderá sacar até R$ 1.045 de contas ativas (do emprego atual) ou inativas (de empregos anteriores).




G1 – Começam na segunda-feira (29) as liberações emergenciais do FGTS pela Caixa Econômica Federal, por conta da crise provocada pela pandemia do coronavírus. Essa data é para o crédito em conta para os trabalhadores nascido em janeiro. Os pagamentos serão feitos em poupança social digital da Caixa e, em um primeiro momento, os recursos estarão disponíveis apenas para pagamentos e compras por meio de cartão de débito virtual.

O saque em espécie ou transferências, também dos aniversariantes de janeiro, estão liberados a partir de 25 de julho (veja o calendário completo mais abaixo).

(mais…)

Aplicativo de troco digital oferece transação para contas bancárias




Com sistema integrado para o varejo, startup oferece serviços financeiros à consumidores e estabelecimentos

Com a evolução dos serviços financeiros, o setor bancário tem desenvolvido uma série de soluções para melhorar a vida de seus clientes. Hoje, com este cenário em constante mudança, o usuário conta com inúmeras opções de bancos modernos que podem ser administrados pelo celular com poucos cliques. De acordo com uma pesquisa da consultoria Boston Consulting Group (BCG), com base em dados públicos, mensalmente são abertas entre 500 mil e 1 milhão de contas em plataformas de bancos digitais. 




O número de contas digitais mostra um novo perfil do consumidor brasileiro. A Troco Simples – startup criadora de uma tecnologia que reverte as moedas comuns de troco em moedas digitais para facilitar a vida dos varejistas -, é uma facilitadora dessa transformação. Com a solução da Troco Simples, ao final das compras em dinheiro em supermercados, é possível receber as moedinhas digitalmente, diretamente no CPF – sem qualquer cadastro prévio. Anderson Locatelli, diretor executivo da startup, explica que ao baixar o aplicativo é possível monitorar o quanto foi recebido de troco, mas que é possível ir acumulando sem a necessidade de ter o app. “Quando o consumidor solicita o troco no CPF, ele automaticamente abre uma conta digital. No aplicativo é possível realizar operações como transferir o valor obtido para uma conta bancária ou até mesmo carregar crédito no celular”, afirma. 

(mais…)