Valença: Acusado de participar de assalto a malote é preso pela polícia civil

Na manhã de terça-feira (26), três indivíduos a bordo de um veículo Gol tentaram assaltar um carro da empresa Schincariol que fazia o transporte de um malote, sendo surpreendidos por prepostos da Policia Militar, que efetuaram disparos após terem sido recebidos a tiros pelos elementos, culminando na morte de um dos assaltantes identificado como Uiltinei Souza Silva, que acabou sendo baleado e não resistiu aos ferimentos.Segundo informações da 5º Coorpin, momento depois do assalto foi preso no mesmo local, um dos assaltantes conhecido como Bruno Santos Pereira suspeito de participação no roubo do malote. Um ônibus da empresa Expresso Brasileiro que fazia transporte intermunicipal de passageiros passava na hora da ação dos bandidos, foi atingido pelos disparos efetuados pelos meliantes, mas ninguém ficou ferido. O acusado foi encaminhado para a delegacia local onde se encontra preso. A polícia está à procura de um terceiro elemento que faz parte da quadrilha. (Foto divulgação)

Fonte: Voz da Bahia

Justiça libera fotos de Xuxa nua em sites de pesquisa na internet

O STJ (Superior Tribunal de Justiça) deu ganho de causa ao Google em uma ação movida pela apresentadora Xuxa Meneghel. Imagens e vídeos em que ela apareça nua ou encenando atos sexuais não poderão ser retirados dos resultados da pesquisa. Xuxa entrou em outubro de 2010 na Justiça do Rio pedindo que o site de busca não mostrasse qualquer link de sites que a relacionassem com as palavras “pornografia” e “pedofilia”.
Juntas, as palavras levam ao filme “Amor Estranho Amor”, filmado em 1979, em que ela aparece tendo relações com um garoto de 12 anos. O STJ decidiu que os sites de busca não podem ser obrigados a limitar resultados, já que são apenas o meio de acesso ao conteúdo e não os responsáveis pela publicação. A decisão se estende às demais companhias do setor. Xuxa ainda pode recorrer. A assessoria da apresentadora não foi localizada. 
Fonte:Folha

Dilma anuncia 40 mil vagas em cursos de capacitação

A presidente Dilma Rousseff anunciou nesta segunda, 25, que o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) vai oferecer 40 mil vagas em cursos para áreas ligadas ao turismo. Os cursos serão gratuitos e terão oferta em 116 cidades, entre elas, as 12 que sediarão jogos da Copa do Mundo, os municípios em torno dessas cidades e outras localidades que são destinos turísticos reconhecidos internacionalmente:
– Quem tiver interesse em um desses cursos deve fazer sua inscrição na página do Ministério do Turismo, desta sexta-feira 29 até o dia 16 de julho- , disse a presidente. Até a Copa do Mundo de 2014, o governo federal terá oferecido 240 mil cursos em 30 áreas como agentes de viagem, camareira, garçom, recepcionista de eventos.
Fonte: Voz da Bahia 

Conselho de Ética aprova cassação do mandato do senador Demóstenes Torres

Por unanimidade, os 15 integrantes do Conselho de Ética do Senado aprovaram o relatório do senador Humberto Costa (PT-PE) que pede a cassação de Demóstenes Torres (sem partido-GO) por quebra de decoro parlamentar decorrente do seu suposto envolvimento com o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.O caso precisa ainda passar por uma análise de constitucionalidade na Comissão de Constituição e Justiça do Senado. Depois dessa etapa, deverá seguir para apreciação de todos os senadores em plenário, onde a votação é secreta. 
Ao longo das 69 páginas de seu parecer, o relator do caso, senador Humberto Costa (PT-PE), afirmou que Demóstenes faltou com a verdade ao dizer que não sabia das atividades ilegais de Cachoeira. O senador defendeu ainda que, mesmo que os projetos de legalização dos jogos de azar não tenham avançado no Congresso Nacional, Demóstenes teria atuado como um “facilitador” do contraventor  na Casa. Ainda no documento, Costa afirma que o contraventor Carlinhos Cachoeira “é um verdadeiro anjo da guarda” de Demóstenes.
“É de se concluir que a vida política do senador Demóstenes Torres, desde 1999, gravita em torno dos interesses da Carlinhos Cachoeira no ramo de jogos de azar”, afirmou o relator. Costa também rebateu o pedido de Demóstenes Torres, que durante sua fala ao Conselho de Ética, em 29 de maio, pediu que fosse julgado “pelo que fez e não pelo que falou”. “Julgaremos o representado [Demóstenes] pelos seus atos, mas isso não nos exime de examinar suas palavras, pois a palavra é a essência do governo democrático-republicano. Atos e palavras não se desvencilham no processo de conformação de um juízo de valoração política”, disse o relator.
Fonte: Voz da Bahia