Projeto que extingue vários cargos públicos efetivos é aprovado na Câmara de Vereadores de Utinga

dr. lucas3O Vereador Dr. Lucas Leal, em contato com a nossa redação, falou sobre o Projeto de Lei 06/2017 aprovado na Câmara Municipal na última quarta-feira 15/03. O edil, destacou os pontos falhos do projeto e falou da sua decepção ao ver o citado projeto ser aprovado, apesar das falhas grotescas. De acordo com Lucas, no momento em que estava expondo essas falhas no plenário, o seu direito de voz foi cassado pelo presidente da câmara, sendo cortado inclusive o microfone, na clara intenção de impedir que a mensagem chegasse à sociedade utinguense.

dr. lucas2
Vereador Dr. Lucas após o corte do microfone

Ontem foi votada a extinção de alguns cargos públicos, o que resultará na colocação “em disponibilidade” dezenas de servidores públicos concursados, que entraram legalmente na prefeitura e, que se não forem reaproveitados receberão a fração 1/35 de seus salários por mês para cada ano trabalhado. Para se ter uma ideia disto, um auxiliar de pedreiro que recebe 937 reais e que trabalhe há 4 anos na prefeitura passará a receber algo em torno de 107 reais por mês, menos do que um beneficiário do Bolsa Família para se sustentar – disse Dr. Lucas.

Ainda segundo o Vereador, o projeto em si é extremamente falho e ilegal, já que não consegue comprovar a desnecessidade dos cargos extintos, que por si só já seria suficiente para ser rejeitado pela câmara, mas ainda houve o agravante de muitos erros de edição, como por exemplo, ao invés de se ter um número válido de vagas para Motorista classe D, tinha no lugar do número o sinal -“. O salário do nutricionista era apontado no projeto votado e aprovado pelos vereadores da situação como .”354.00. Erros grotescos que nunca deveriam estar numa lei e que lá estiveram e mesmo assim a matéria passou na Câmara de Vereadores de Utinga. (Blog do Léo Barbosa)
pl 06

tabela de altração de funçõesmotorisa d

Andaraí/BA: Após manifestação na prefeitura, 17 servidores afastados na gestão anterior retornam aos seus postos

andaraí
Na tarde de ontem, 10/03, servidores da prefeitura de Andaraí, afastados pelo antigo gestor Wilson Cardoso, por conta de uma greve geral deflagrada em 2014 pela APLB Sindicato, em busca de um plano unificado para todos os profissionais da educação (professores, merendeiras, porteiros, motoristas etc.) Na negociação, o então gestor aprovou o plano e não contemplou o restante dos profissionais, somente os professores. De acordo com um servidor do município, como o pessoal dos serviços gerais também estava participando da paralisação, 17 desses servidores foram afastados pelo gestor, alegando que a greve era ilegal.

Foram julgados os processos em três instâncias e, todas as mães de família ganharam por unanimidade.

E ainda assim, desde o final do ano de 2016, o prefeito anterior, Wilson Cardoso estava descumprindo ordem judicial e o atual gestor também continuou descumprindo, até que o sindicato resolveu tomar medidas drásticas – Resolveu convocar os servidores afastados e acampar na prefeitura até que a situação se resolvesse.

De acordo com um dos manifestantes, o prefeito João Lúcio Carneiro (PSD) estava em Seabra, e só chegou no fim da tarde, vindo a atender os manifestantes por volta das 18h:00.

Ainda de acordo com um leitor do blog, a cerca de 30 dias, o sindicato a fim de resolver a questão, ainda propôs que reintegraria o pessoal e os valores fossem devidos em 16 vezes, mas não houve retorno da proposta. Só ontem a proposta do gestor que seria em pagar somente 50% do valor devido em 46 vezes, ou seja, durante sua gestão. O sindicato não aceitou e ficou de encaminhar uma contra proposta.  Porém ficou acertado o retorno dos 17 servidores aos sus postos de trabalho. (Blog do Léo Barbosa)

andaraí3

Rodrigo Maia é reeleito em primeiro turno presidente da Câmara dos Deputados

rodrigo maiaO deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) obteve 293 votos e se reelegeu nesta quinta-feira (2) em primeiro turno presidente da Câmara para o biênio 2017-2018.
Ele derrotou outros cinco candidatos que também estavam na disputa: Jovair Arantes (PTB-GO), Luiza Erundina (PSOL-SP), Júlio Delgado (PSB-MG), André Figueiredo (PDT-CE) e Jair Bolsonaro (PSC-RJ).
No total, votaram 504 dos 513 deputados. Para ser eleito em primeiro turno, Maia necessitava de pelo menos metade mais um dos votos (253). Confira a votação de cada um:
Rodrigo Maia: 293 votos
Jovair Arantes: 105 votos
André Figueiredo: 59 votos
Júlio Delgado: 28 votos
Luíza Erundina: 10 votos
Jair Bolsonaro: 4 votos
Votos em branco: 5
Após a eleição do presidente, a Câmara elegeu os demais integrantes da Mesa Diretora: os dois vice-presidentes, os quatro secretários e os quatro suplentes de secretaria.
A candidatura de Maia chegou a ser contestada na Justiça pelos adversários, mas uma decisão liminar (provisória) do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), na noite de quarta-feira (1º) permitiu que ele participasse da disputa.
Por isso, Maia esperou a definição do Supremo para só então fazer o registro oficial da sua candidatura, o que aconteceu a uma hora e meia do fim do prazo.

(mais…)

Prefeito de Bom Jesus da Lapa é eleito presidente da UPB

euresO prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro (PSD), foi eleito, no final da tarde desta quarta-feira (25), presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB). O ex-deputado estadual, que comanda o Executivo lapense pelo segundo mandato, tinha o apoio dos partidos que compõem a base aliada do governador Rui Costa (PT) e era considerado o candidato da situação. A disputa pela UPB em 2017 ficou marcada pelo empenho de dois polos políticos bem distintos na Bahia. De um lado, o governador Rui Costa com apoio a Eures. Do outro, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), que declarou apoio ao candidato de oposição Luciano Pinheiro. A vitória de Eures confirma o favoritismo frente ao apoio dos partidos que congregam o maior número de prefeituras no Estado: PSD e PP, legendas que integram a base aliada do governador Rui Costa. (Bahia Notícias)

Chapada: Prefeitura de Lençóis decreta situação de emergência e fará contratações sem licitação

lençóis
Flor Guia foi eleito presidente da Câmara local e fica como prefeito até a justiça eleitoral convocar novas eleições | FOTO: Montagem do JC |

A prefeitura municipal de Lençóis, cidade da Chapada Diamantina, publicou um decreto de emergência administrativa (nº004/2017) por 90 dias, prorrogáveis por período igual, no seu Diário Oficial da última segunda-feira (9) e poderá realizar compras e contratos sem a necessidade de licitação. O decreto é do dia 2 de janeiro, mas só foi publicado no dia 9 – data que passa a valer.

O vereador Florisval Bispo dos Santos, o popular Flor Guia (PP), assinou o documento por estar no cargo de prefeito interino. Flor Guia foi eleito presidente da Câmara local e fica como prefeito até a justiça eleitoral convocar novas eleições. Os dois candidatos mais votados na última eleição (Marcão, PRB, e Vanessa, PSD) se encontram em disputa na busca da cadeira principal na gestão do município.

Segundo o decreto assinado por Flor Guia, essa atitude foi tomada para que seja dada a continuidade dos serviços públicos municipais básicos, sem trazer prejuízos ou comprometer a vida dos cidadãos, uma vez que as licitações precisariam de estudos de demanda, planos de compras, termos de referência e projetos executivos realizados pela equipe da prefeitura. (Jornal da Chapada)

Novo prefeito de Utinga é empossado e revela nomes de secretários

joy3
Foto: Divulgação / Wado

A cerimônia de posse do prefeito de Utinga, na Chapada Diamantina, Joyuson Vieira (PSL), no último domingo (1º), foi marcada pela emoção. Mas a maioria dos presentes queria conhecer a nova equipe administrativa do município. Com o slogan “Utinga de Todos”, Vieira chega ao seu terceiro governo e foi empossado na Câmara de Vereadores, sob a presidência do vereador Antunes Santana (PSDB).

“Uma eleição que momentaneamente dividiu nossa gente, mas que agora precisa ser esquecida para dar lugar ao sentimento sublime de que temos que governar para todos, que somos um só povo e um só governo, sem vencidos e sem vencedores”, disse o novo prefeito. Em seu discurso de posse, Vieira fez um apelo a todos os servidores públicos de Utinga, independentemente de partidos e convicções. “Vamos trabalhar, organizar, vamos construir a nossa querida Utinga”, pediu Joyuson.

A solenidade de posse de Joyuson Vieira e seu vice Átila Karaoglan (PSDB) foi na Câmara Municipal de Utinga. Após o evento, houve a solenidade de apresentação do governo (secretários e outros colaboradores) e, depois, festa popular no palco de eventos com a banda ‘Filhos de Jorge’ e outras atrações. (mais…)

Lençóis/BA: Vereador eleito com 113 votos se torna prefeito temporário do município

lencois4No campo político de Lençóis, o ano teve um início diferente, inesperado e de certa forma surpreendente. A cidade deu posse a seus novos vereadores, na noite desse domingo (01), e um desses vereadores, hoje, é o prefeito temporário da cidade. Tudo porque Marcão (primeiro mais votado) está com a candidatura indeferida com base na Lei da Ficha Limpa, e não foi declarado eleito. Vanessa (segunda mais votada) apesar de ser considerada eleita pelo TRE também não pode assumir o cargo, pois ambos precisam aguardar a decisão da Justiça sobre o futuro do executivo da cidade.

A sessão foi dirigida pelo vereador mais velho, Eraldo, conforme manda o regimento. A câmara estava cheia. Eram eleitores dos três grupos que hoje atuam em Lençóis: o grupo de Marcão, o grupo de Vanessa e o grupo da terceira candidata, Edileide. (mais…)

Vídeo: Ex-gari, prefeito eleito vai de bicicleta para solenidade de posse

ex-gari
Ex-gari, o prefeito eleito em Santo Afonso, a 266 km de Cuiabá, Joabe Almeida, usou a própria bicicleta para ir à solenidade de posse neste domingo (1º). O trabalhador foi eleito para chefiar o município de pouco mais de 2 mil habitantes, com 1.088 votos. Ele deixou a profissão há um ano.
Joabe fez o trajeto de quase 1 km – da casa dele até o local do evento – com o filho na garupa. Ele diz que resolveu usar o meio de transporte, que foi usado na campanha, no momento em que realiza um sonho.
“A bicicleta faz parte da minha história. Fiz toda a minha campanha em cima dela. Não me esqueço da minha origem humilde e achei essa uma forma de mostrar isso”, afirmou.
ex-gari2Ser eleito prefeito era um dos sonhos da vida do ex-gari, que já exerceu a função de coveiro e garimpeiro. “Me sinto realizado hoje e quero demonstrar com o meu trabalho que o dinheiro do povo pode ser valorizado’, disse.
Ele não se envergonha nem um pouco das funções que exerceu e disse se orgulhar das conquistas depois das dificuldades enfrentadas no trabalho como gari. “Ia atrás pegando tambor, sacola de lixo e jogando tudo no caminhão”, lembra.
Como vereador, de 2004 a 2008, ele afirmou que começou a ganhar a confiança da população e resolveu se candidatar ao cargo de prefeito nas últimas eleições. Joabe disse que, ao todo, gastou R$ 5 mil na campanha eleitoral. “[A campanha] foi tudo muito humilde. No ‘boca a boca’, na confiança”, explicou.
À Justiça Eleitoral, Joabe declarou como ocupação motorista de veículos de transporte de cargo e um patrimônio de R$ 293.217,04. O maior bem móvel é uma casa de alvenaria, localizada no Centro da cidade, avaliada em R$ 200 mil.
Antes de ser empossado no cargo, Joabe contou que já começou a cuidar da cidade e convocou um mutirão de limpeza nos bairros. Com a ajuda de amigos, retirou entulhos, limpou terrenos e calçadas. (G1)

Vereador sofre infarto e morre em cerimônia de posse

vereadorUm vereador de 42 anos morreu durante solenidade de posse, na tarde desse domingo (1º), no município de Ipubi, de Pernambuco, Paulo José Sarmento (PSB) sofreu um infarto do miocárdio durante a cerimônia de nomeação como vereador reeleito do município.

Mais conhecido como Zé Bolinha, o vereador recebeu 937 votos, sendo o quarto candidato mais votado de Ipubi.

Infarto
Durante a cerimônia, o vereador começou a se sentir mal e foi socorrido para o hospital do município. Em seguida, ele chegou a ser encaminhado para um hospital de Ouricuri na mesma região, mas não resistiu. A vaga de vereador aberta após a morte dele deve ser ocupada por um suplente. (Informações do JC Online).

Confusão e tiros marcam posse de prefeito e vereadores em Sapeaçu/BA

sapeacuMuita confusão e até disparo de arma de fogo, de acordo com pessoas que acompanharam a possa do prefeito, vice-prefeito e dos vereadores, na Câmara Municipal da cidade de Sapeaçu, no Recôncavo Baiano, a 155 quilômetros de Salvador. A confusão foi registrada no domingo(1º), quando todos esperavam um clima de festa, apenas.
De acordo com as informações, o tumulto foi iniciado após a eleição na Mesa Diretora. Depois que o vereador Zelino Ribeiro(PPS), eleito na coligação do prefeito empossado, Dr. George Góes (PPS), venceu a eleição para a presidência da Câmara, populares começaram a hostilizar a bancada de oposição e a confusão foi aumentando.
A Polícia Militar foi chamada para controlar a situação e segundo algumas testemunhas, um homem à paisana que se dizia policial chegou a disparar tiros para o alto durante uma confusão generalizada, em frente ao prédio da Câmara. Uma morador que passava pelo local teve a orelha direita atingida por estilhaços, sem maior gravidade. Policiais de varias cidades da região reforçaram a segurança na cidade e pelas informações, não chegou a haver prisões.
Segundo o site Sapeaço na Mídia, após mais de uma hora sem poder sair da câmara de vereadores Zelino Ribeiro, foi retirado da casa legislativa com apoio da Policia Militar local e da equipe da Cipo Litoral Norte. Nesta segunda-feira(2), o Agora na Bahia tentou falar com a Câmara de Vereadores de Sapeaçu, mas ninguém atendeu às ligações. (Agora na Bahia)