Cubanos são reincorporados ao ‘Mais Médicos’; BA tem 16 municípios beneficiados




O Ministério da Saúde divulgou uma nova lista com profissionais médicos cubanos que serão reincorporados ao Projeto Mais Médicos para o Brasil. Na Bahia, 16 municípios serão beneficiados com 22 profissionais.

A lista foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira

 




Os municípios beneficiados são: Alagoinhas, Brejões, Campo Alegre de Lourdes, Catolândia, Euclides da Cunha (3 médicos), Irará, Itagi, Itaguaçu da Bahia, Jequié, Macajuba, Maragogipe (2), Palmeiras, Paratinga, Paulo Afonso, Santa Cruz Cabrália, Santo Estevão (2), Teixeira de Freitas e Tucano.

 




Em todo o Brasil, mais de 350 profissionais foram reincorporados para atuar em municípios de 24 estados. Além da Bahia, constam na lista Alagoas, Amazonas, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins.

Santa Casa de Valença: Nova diretoria toma posse e anuncia metas para os próximos quatro anos





Marcelo Cabral é reeleito provedor do hospital

 

Nesta sexta-feira (30), membros da irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Valença elegeram a nova diretoria para gestão dos próximos quatros anos do hospital. A eleição e posse foram realizadas em Assembleia Geral Ordinária, no Colégio Social, localizado na Rua Argemiro Isidoro Franco, em Valença. O provedor Marcelo Cabral foi reeleito para o cargo. Durante o evento também foi apresentado o Balanço Financeiro Anual de 2019, além de feita a admissão de novos membros da irmandade.

(mais…)

Mulher dá a luz a gêmeas siamesas nesta quinta-feira (29), em Salvador




Uma mulher de 18 anos, residente em Salvador, deu a luz a gêmeas siamesas nesta quinta-feira (29), na Maternidade de Referência José Maria de Magalhães Netto, unidade da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia, que acompanhou todo o pré-natal da paciente.




De acordo com a subsecretária da Saúde do Estado, Tereza Paim, “a mãe e os bebês estão clinicamente bem, respirando sem a necessidade de aparelhos. Na avaliação preliminar, as gêmeas siamesas estão interligadas apenas pelo fígado, mas exames complementares serão realizados e a cirurgia de separação deve ocorrer dentro de um mês, assim que ganharem um pouco mais de peso, evoluírem na maturidade pulmonar e os exames forem concluídos”, avalia a subsecretária, que também é neonatologista.




O procedimento cirúrgico será realizado na própria maternidade por um especialista de Goiás que é referência em casos de separação de gêmeos siameses. Este tipo de nascimento é considerado raro. Estatísticas apontam que a cada 100 mil nascimentos, um é de gêmeos siameses. (Saúde.Ba)



Pazuello diz que está em andamento processo para SUS oferecer remédio à base de canabidiol




O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse nesta quinta-feira (10) que está em andamento na pasta um processo para que o Sistema Único de Saúde (SUS) passe a oferecer medicamentos feitos à base de canabidiol. A substância é um dos princípios ativos da Cannabis sativa, a planta da maconha.




Em agosto, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) determinou que a União incluísse remédios à base de cannabidiol (CBD) e tetraidrocanabinol (THC) já registrados na Agência Nacional de Vigilância Sanitária na lista de fármacos ofertados pelo SUS. Em abril, a Anvisa autorizou a comercialização em farmácias e drogarias do primeiro medicamento à base de canabidiol.

(mais…)

Saúde atualiza procedimentos para interrupção de gravidez no SUS




Fachada do Ministério da Saúde na Esplanada dos Ministérios

 

O Ministério da Saúde atualizou os procedimentos de justificação e autorização da interrupção da gravidez, nos casos previstos em lei, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). A Portaria nº 2.282/2020 foi publicada hoje (28) no Diário Oficial da União e substitui a norma anterior (Portaria nº 1.508/2005).




De acordo com o documento, os procedimentos devem ser seguidos para garantir a licitude do aborto e a segurança jurídica aos profissionais de saúde envolvidos. No Brasil, o aborto é permitido por lei nos casos em que a gestação implica risco de vida para a mulher, quando a gestação é decorrente de estupro e no caso de anencefalia. (mais…)

Atuando na linha de frente, 25 pediatras morreram em decorrência da covid




Mais da metade da vida, doou pensando no amanhã. Não apenas no dela, que veio de uma família humilde e quis mudar o percurso da história, concluindo aos 22 anos a faculdade de Medicina. Também não se limitou a garantir o conforto dos filhos e netos. Incansável, ela lutava pela saúde e desenvolvimento dos pequenos futuros, das novas gerações. Pelas crianças, não sossegou nem em meio à pandemia. Pelo contrário: foi quem primeiro diagnosticou covid-19 em um recém-nascido na Paraíba, em junho. Atuando na linha de frente do combate ao inimigo invisível, salvou vidas, mas perdeu a própria. Ana Lúcia Freire Cantalice morreu aos 56 anos e, junto a outros 24 médicos da especialidade que não resistiram à doença, não está aqui hoje para celebrar mais um Dia do Pediatra.




“Pessoa única, determinada e que nasceu para servir ao próximo. Sua vida era totalmente voltada para suas conquistas e proteção da família”, definiu o filho da pediatra, Italo Cantalice, no município de Campina Grande. Para a família e amigos, Ana foi vida viva por cada segundo. “Hiperatividade ou energia que irradia e agita qualquer lugar, esse é o sinônimo da nossa Ana Cantalice”, homenagearam os familiares em uma declaração enviada por Italo à reportagem.

(mais…)

Mandetta anuncia em rede social que foi demitido por Bolsonaro do Ministério da Saúde

O ministro da Saúde, Henrique Mandetta, durante entrevista na última sexta-feira (3) — Foto: Ueslei Marcelino/Reuters
O ministro da Saúde, Henrique Mandetta, durante entrevista na última sexta-feira (3) — Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

Em meio à pandemia do novo coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro demitiu nesta quinta-feira (16) o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. A informação foi divulgada pelo próprio ministro em uma rede social.

“Acabo de ouvir do presidente Jair Bolsonaro o aviso da minha demissão do Ministério da Saúde. Quero agradecer a oportunidade que me foi dada, de ser gerente do nosso SUS, de pôr de pé o projeto de melhoria da saúde dos brasileiros e de planejar o enfrentamento da pandemia do coronavírus, o grande desafio que o nosso sistema de saúde está por enfrentar”, escreveu Mandetta.

“Agradeço a toda a equipe que esteve comigo no MS e desejo êxito ao meu sucessor no cargo de ministro da Saúde. Rogo a Deus e a Nossa Senhora Aparecida que abençoem muito o nosso país”, prosseguiu.

Após as mensagens, Mandetta afirmou à jornalista da GloboNews e do G1 Andreia Sadi que o substituto dele no cargo será o oncologista Nelson Teich (veja detalhes abaixo).

 

Ministério da Saúde diz que mais da metade dos casos de coronavírus já se recuperou

secretario saude

Oficialmente, o Brasil tem 25.262 casos confirmados de coronavírus; 1.532 pessoas morreram, 204 a mais do que segunda-feira (13). É a maior diferença em 24 horas desde a chegada da pandemia ao Brasil.

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, disse que, dos casos confirmados de coronavírus, mais da metade já se recuperou.

“No Brasil até hoje nós tivemos 25.262 pacientes comprovados, eu só posso falar no paciente recuperado a partir do paciente que eu confirmei que teve coronavírus, não posso falar na recuperação de quem é assintomático. Então, dos 25.262 pacientes comprovados, 1.532 vieram a óbitos, e nós temos 9.704 pacientes que estão internados ou estão aguardando resultado de exame, ainda não tem a confirmação. Recuperados hoje data nós temos 14.026, isso representa 55% das pessoas que tiveram diagnóstico comprovado”, disse.

Projeção do número de infectados na Chapada Diamantina acende alerta sobre número dos leitos de UTI

hrc

A região da Chapada Diamantina conta no momento apenas com 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Regional (HRC), localizado em Seabra. Essa unidade atende 11 municípios, conforme informações da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Um dado curioso foi divulgado nas redes sociais pela equipe ‘Eu Quero Ver’ sobre uma estimativa realizada com dados habitacionais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A projeção se baseia no aumento da pandemia por coronavírus, caso não haja o isolamento devido, nos municípios chapadeiros.

Estima-se que a região tenha uma população média de 360 mil habitantes, e se 10% da população for infectada pelo vírus – que tem matado pessoas no mundo em velocidade atroz – seria um total de 36 mil infectados. Ainda se, 0,1% desse total de infectados precisassem de UTI para tratamento da doença respiratória grave, o HRC não daria conta. A população sofreria com o colapso na saúde pela Covid-19.

O cenário atual é que todos se mantenham em isolamento social, essa é a única medida para quebrar a cadeia de infecção do vírus e evitar excesso de atendimento no sistema de saúde. Outra alternativa a ser pensada, de forma breve, pelo poder público, é a ampliação de leitos de UTI no hospital referência ou viabilizar aos hospitais dos municípios equipamentos adequados para o tratamento. Assim evitaria o transtorno de deslocamento e sobrecarga no HRC.

O secretário de Saúde de Mucugê, Igor Teles, reforça que o HRC só tem 10 leitos de UTI. “Porém, um paciente que é lançado em tela de regulação por algum motivo clínico, ele pode ser regulado a qualquer hospital do Estado que tenha suporte necessário para o tratamento que o paciente precisa. Mas, lembramos que o Regional é o hospital mais próximo com UTI adulta que temos”, frisa. (mais…)

Rui reafirma que não baixará a guarda contra Covid-19 após discurso de Bolsonaro

rui19

O governador Rui Costa (PT) reafirmou nesta quarta-feira (25) que não irá “baixar a guarda” e que irá “continuar lutando firmemente com todas as forças” no conjunto de medidas de combate ao coronavírus no estado. A declaração foi feita em uma rede social após o presidente Jair Bolsonaro desestimular em discurso, na noite desta terça (24), medidas gerais de restrição contra a doença.

 

“Vou cuidar sim da vida das pessoas. É momento da Bahia unida independentemente das suas preferências políticas, das suas crenças, dos credos. Estamos vivendo uma grave crise. Estamos lutando para superá-la. Aqui, registro a minha solidariedade a todos os estados do Nordeste. A todo o Brasil. É uma guerra. Que Deus nos dê equilíbrio e força. Vamos vencer. Todos contra o coronavírus!!!!”, escreveu o governador. (Bahia Notícias)