Criança de 07 anos morre ao cair de carro em movimento em Utinga/BA

breno

Um garotinho de apenas 07 anos, identificado como Breno Gabriel Dias Brito, morreu depois de cair de uma caminhonete em movimento na manhã desta sexta-feira (03), no município de Utinga, localizado na região da Chapada Diamantina. De acordo com informações preliminares, Gabriel viajava com o avô, Genivaldo Santana, para o Povoado de São Roque, onde residem, quando de repente, a porta do veículo se abriu e o garoto teria caído e batido a cabeça no chão. A vítima chegou a ser encaminha da para o Hospital Municipal de Utinga, mas infelizmente, já chegou naquela unidade de saúde, sem os sinais vitais.

A notícia do trágico acidente deixou população da cidade consternada. A final do Campeonato Municipal de Futebol e a inauguração da iluminação do Estádio, que estavam previstas para acontecer neste sábado (04), foram adiadas para o próximo final de semana em solidariedade a família enlutada. (Blog do Léo Barbosa)

Jovem ateia fogo na casa da própria mãe em Utinga

fogo5

Um jovem identificado como Vinícios Dias Nascimento de 25 anos, ateou fogo na casa da própria mãe, situada Rua Carmerino Nogueira, Bairro Maria Neta, na cidade de Utinga, na tarde desta terça-feira (01), por volta das 17h:00.

Ainda de acordo com a polícia, o fogo chegou a atingir a casa da vizinha, Sra. Nelza, porém quando a guarnição chegou ao local o incêndio já havia sido controlado por populares.

De acordo com informações, o jovem sofre de problemas psicológicos, já foi localizado, medicado e aguarda internamento.

A mãe de Vinícius, identificada como Júlia Gloria Dias, recebeu atendimento no Hospital Municipal de Utinga e passa bem. (Blog do Léo Barbosa)

Veja o vídeo:

Audiência pública gerou protestos contra governo e Inema por não apresentar solução para o Rio Utinga

Sem estudo hidrológico, sem controle de usos das águas e a crescente demanda por irrigação, o Rio Utinga entra em colapso não deságua no Rio Paraguaçu
Agricultores, técnicos e a população em geral participaram da audiência pública sobre o Rio Utinga | FOTO: Jornal da Chapada |
Agricultores, técnicos e a população em geral participaram da audiência pública sobre o Rio Utinga | FOTO: Jornal da Chapada |

A manifestação popular que uniu irrigantes, lideranças politicas, ambientalistas e o povo, na manhã do sábado, 28, articulada pelos municípios de Utinga e Wagner, não alcançou o objetivo esperado que seria a liberação imediata das bombas de irrigação que foram lacradas pelo Inema, em operação autorizada pelo Governo do Estado no último dia 21, ao longo do Rio Utinga. O evento foi transformado em Audiência Pública, diante da participação do deputado estadual Marcelo Nilo (PSL), o representante Marivaldo Dias, da Secretaria de Relações Institucionais – SERIN e o diretor administrativo Marcelo Dantas Veiga, da Embasa, que ouviram uma saraivada de protestos e reclamações nos sucessivos discursos das lideranças, que pediram a liberação da irrigação, barragens no rio, reflorestamento e “o apoio que nunca chegou por parte do governo estadual”, foi dito.

Colapso na produção

O deputando Marcelo Nilo levará as decisões da plenária para a decisão do governador. | FOTO: Jornal da Chapada |
O deputando Marcelo Nilo levará as decisões da plenária para a decisão do governador. | FOTO: Jornal da Chapada |

“O governo tomou uma atitude unilateral que nos levou ao colapso”, protestou o prefeito Joyuson Santos Vieira (PSL), referindo-se aos lacres das bombas de irrigação, que colocou sob risco de perda centenas de hectares de  banana e mamão, além do desemprego. “O momento não é de confronto, mas de diálogo”, opinou o prefeito pedindo a interlocução do deputado presente. Joyuson enfatizou que o polo de fruticultura do Vale do Rio Utinga concentra mais de 900 irrigantes, a maioria pequenos e médios, que geram alimentação e economia, estando a merecer “o respeito dos governantes”. (mais…)

Manifestação popular em defesa do Rio Utinga será neste sábado na cidade de Utinga

rio utg6
A manifestação será às 10:00h, no Mercado do Produtor (Ceasa), na cidade de Utinga, com representantes do Governo do Estado.

Acontecerá neste sábado, 28, às 10h00 da manhã, a manifestação popular  em defesa do rio Utinga, que foi noticiada para acontecer ontem. Conforme o prefeito Joyuson Viera, ao telefone, o evento foi adiado para garantir a participação de representantes do Governo do Estado nos momentos das discussões e decisões. A população e as entidades vem sendo mobilizadas através convites em circulação nas redes sociais e as emissoras de radio dos municípios, cujo movimento conta com o apoio das prefeituras em defesa do Rio Utinga.

As notas sociais expressam: “Nosso Rio pede SOCORRO, vamos pra luta, a luta não é só minha, a luta é NOSSA!”, enfatizando que a população de Utinga e Wagner está convocada para defesa do rio, “que não é fonte de sobrevivência somente dos agricultores, mas de todos NÓS!”, adverte a convocatória.

Bombas lacradas

rio utg8

Uma nova operação foi deflagrada pelo INEMA entre os municípios de Utinga, Wagner e Lajedinho, unindo reforços da Casa Civil do Governo do Estado e as forças policiais da CIPE-Chapada, numa fiscalização de combate à crimes ambientais contra o Rio Utinga. O foco da operação tem garantido a suspensão das bombas de captação de água para irrigação do polo de Banana, gerando confrontos entre alguns produtores inconformados. A ação do INEMA motivou a mobilização da população dos três municípios para participar de uma manifestação, que acontecerá neste sábado, às 10:00h, no Mercado do Produtor (Ceasa), na cidade de Utinga.

A operação que vem sendo desenvolvida pelo INEMA ao longo do Rio Utinga, desde o último sábado (21), suspendeu o uso das bombas de captação água, com capacidade de 5 cavalos de potência e que não tenham outorga do estado.

Em reunião realizada pelos INEMA no dia 20, na cidade de Wagner, ficou acordado entre os órgãos de fiscalização, as prefeituras e os produtores, que haverá um racionamento do uso da água desde a terça-feira (24), com os irrigantes assumindo o compromisso de evitar a irrigação nas terças, quintas e sábados.

Risco de morte

rio utinga3

A situação do Rio Utinga é grave, diante do excesso da captação de água para atender as exigências da produção de banana irrigada e outros frutos em larga escala, impactando sobre o rio e todos os seus afluentes. Há dois meses o rio voltou a cortar a 30 km da sua nascente, na passagem da Br-242, impedindo que suas águas cheguem ao Rio Paraguaçu. A captação abusiva das águas já secou o afluente Cachoeirinha, além de estar comprometendo o abastecimento das populações dos municípios de Wagner e Lajedinho, que dependem das águas do Utinga. (Paraguaçu)

Pequenos produtores de Utinga são contra corte na distribuição de água do Rio Utinga

Ficou acordado entre a prefeitura e os produtores que haverá um racionamento do uso da água a partir desta terça-feira | FOTO: Montagem do JC/Divulgação |
Ficou acordado entre a prefeitura e os produtores que haverá um racionamento do uso da água a partir desta terça-feira | FOTO: Montagem do JC/Divulgação |

Os pequenos produtores rurais do município de Utinga, na Chapada Diamantina, estão em pé de guerra depois que um representante do Governo do Estado anunciou durante uma reunião na última sexta-feira (20), na cidade de Wagner, que a Secretária de Meio Ambiente (Sema) do Estado da Bahia cortará a captação de água do Rio Utinga dos irrigantes com bombas acima de 5 cavalos de potência e que não tenham outorga do estado.

O secretário de Agricultura, Rafael Maia, disse em entrevista ao Jornal da Chapada que bombas com essa potência conseguem irrigar apenas duas tarefas, o que é muito pouco se tratando de produção agrícola. “Os produtores estão desesperados com a determinação e estão se organizando para participar de uma audiência pública na próxima quinta-feira (26) aqui em Utinga”, informou o secretário. Nessa audiência serão defendidas ideias como as suspensões intermitentes, que evoluíra caso a estiagem afete ainda mais o rio.rio utinga33

Segundo Maia, ficou acordado entre a prefeitura e os produtores que haverá um racionamento do uso da água a partir desta terça-feira (24). “Eles não poderão irrigar apenas às terças, quintas e sábados”, afirmou Rafael. A prefeitura acredita que com essas medidas de racionamento o rio irá fluir normalmente, mesmo sofrendo com a estiagem, como se encontra atualmente. Os produtores clamam providências do governo estadual para o colapso econômico que a medida de lacrar as bombas pode causar na região, que tem no tomate, mamão e banana, culturas mais fortes do município.

“O momento é de buscar alternativas. O problema do Rio Utinga é antigo, e todos os anos as medidas são as mesmas, ou seja, os penalizados são os pequenos produtores rurais, já que nem a Embasa nem o Governo do Estado fazem nada para prevenir a situação”, declarou o prefeito Joyuson Vieira (PSL) após reunião realizada na manhã do último sábado (21) na Secretaria de Agricultura do município. Para ele, essa medida está sendo tomada a revelia dos mais interessados e terá efeitos irreversíveis na economia do município. (Jornal da Chapada)

Irrigações nos municípios de Wagner e Utinga são suspensas até o fim de semana

Os agricultores e comunidade dos municípios citados também foram convidados para participar de uma reunião nesta sexta | FOTO: Reprodução |
Os agricultores e comunidade dos municípios citados também foram convidados para participar de uma reunião nesta sexta | FOTO: Reprodução |

As Secretarias de Agricultura e Meio Ambiente dos municípios de Wagner e Utinga, ambos localizados na Chapada Diamantina, juntamente com a ONG Comperiu, o Grupo Banana do Vale e Grupo Cabeça, informaram que as irrigações dos plantios foram suspensas no começo desta quinta-feira (19), às 6h, e só serão religadas no mesmo horário do próximo sábado (21).

Além disso, os agricultores e comunidade dos municípios citados foram convidados para participar de uma reunião a ser realizada nesta sexta-feira (20) às 19h no salão paroquial da igreja católica de Wagner.

Os órgãos municipais reforçam que a presença de todos é muito importante e indispensável. Entre as entidades convidadas a participar desse encontro estão o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e a Companhia Independente de Policiamento Ambiental (Cipa). (Jornal da Chapada)rio utinga w

Mais um indivíduo portando drogas é preso pela PM em Utinga

matheusNesta segunda-feira (09), por volta das 14h:00, durante a Operação Comando Itinerante realizada na cidade de Utinga, a Polícia Militar abordou um indivíduo identificado como Matheus Santana, a bordo de uma motocicleta Honda/ CG FAN 125 ES, sem placa policial, cor preta, nas imediações do Bairro Santa Luzia, quando foi encontrado com o mesmo um saco plástico contendo aproximadamente 230g de maconha e 10 dolões da mesma substância. A motocicleta e todo material foram conduzidos à delegacia, conforme ocorrência de n 1538/2017-SIGIP. (Informações: Polícia Militar da Bahia –  CPR-Chp – 11 BPM/5Cia)

Utinga: Mulher portando drogas é conduzida pela PM à Delegacia neste domingo (08)

adriana 2

Neste domingo (08), por volta das 02h:00 da manhã, a Polícia Militar da 5ª Cia/Utinga, pertencente ao orgânico do 11° BPM, conduziu e apresentou a Delegacia Territorial de Utinga, uma mulher portando 17 pedras embaladas individualmente aparentando ser crack, 04 buchas de maconha prontas para o consumo e 05 pinos de cocaína vazios. A conduzida informou a polícia que a droga estava sendo vendida na cidade de Utinga. (Blog do Léo Barbosa)

Contas de ex-prefeito de Utinga são aprovadas com ressalvas pelo TCM

alberto muniz

As contas do ex-prefeito de Utinga, Luiz Alberto Silva Muniz, foram aprovadas com ressalvas pelo Tribunal de Contas dos Municípios, em sessão realizada nesta quinta-feira (05/10). Contudo, o relator do parecer, conselheiro Mário Negromonte, multou o gestor em R$5 mil por irregularidades identificadas durante a análise técnica das contas e determinou o ressarcimento aos cofres municipais da quantia de R$1.500,71, com recursos pessoais, pelo pagamento indevido de multa de trânsito sem o devido reembolso pelo condutor infrator.

O relatório técnico apontou a ausência de remessa ou remessa incorreta de dados e informações da gestão pública municipal pelo Sistema SIGA e irregularidades no procedimento de inexigibilidade realizado para a contratação de artistas e bandas musicais, no valor total de R$381.000,00, motivo pelo qual será lavrado um termo de ocorrência para apuração específica do fato

O município, que fica situado na região da Chapada Diamantina, apresentou uma receita arrecadada na ordem de R$45.332.174,68 e promoveu despesas no montante total de R$42.749.763,30, revelando um superávit de R$2.582.411,38. O saldo deixado em caixa foi suficiente para cobrir as despesas de restos a pagar e de exercícios anteriores, cumprindo o previsto no art. 42 da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Cabe recurso da decisão. (TCM-BA)