Dia do Beijo relembra importância do carinho no cotidiano

Beijos de irmão, de amigo, de namorado, dos pais. Pode ser no rosto, na mão, no olho, ou em qualquer lugar. Afinal, todos os tipos de beijo são bem vindos, principalmente, neste domingo, dia 13 de abril, quando se comemora o Dia Internacional do Beijo. Símbolo de respeito, carinho, afeição e amor, o beijo é uma linguagem universal. Todo mundo entende que você só beija alguém que você gosta ou, no mínimo, simpatiza. Para a Dra. Karla Kalil, ginecologista, mastologista e especialista em sexualidade, o local do beijo pode ter muitos significados. “Para nós, o beijo nos lábios virou uma expressão típica do amor. Já na face é uma típica forma de saudação. Na testa e nas mãos expressa respeito filial ou gratidão. O beijo nos pés, pouco praticado atualmente, expressa respeitosa veneração”, diz.
Entre os povos árabes, por exemplo, trocar beijos na face é um cumprimento normal entre dois homens amigos. O beijo no rosto também é comum em países como Itália, França e Argentina, entre homens da mesma família e grandes amigos. O beijo na bochecha ou até na boca também é um cumprimento social habitual na Rússia. No Brasil, um, dois ou até três beijos no rosto – a depender da região em que se more – fazem parte de cumprimento normal quando se é apresentado a alguém informalmente. Tudo feito com a melhor das intenções, claro!
E se beijo é bom, beijo na boca é melhor ainda. Aqui no ocidente, é ele o responsável por expressar as paixões e as emoções de uma relação a dois. Embora, até hoje, ninguém tenha conseguido explicar por que as pessoas começaram a se beijar, está todo mundo cansado de saber que um bom beijo mexe profundamente com a maioria dos beijados (e de quem beija). “Tecnicamente, o beijo estimula todos os sentidos, sendo possível sentir simultaneamente o toque, o gosto e o cheiro de uma pessoa. Isso ocorre devido a liberação de neurotransmissores, como a dopamina e a feniletilamina pela hipófise (glândula situada na base do cérebro, responsável pela produção de importantes hormônios), responsáveis pelo bem estar e o relaxamento corporal de uma pessoa”, diz a sexóloga. Para o beijo na boca, Dra. Karla ainda afirma que “quanto maior é a paixão e a química, melhor será o beijo”. A cultura em que se é criado também tem papel importante sobre a reação ao ser beijado. O fato é que o beijo afeta desde o fluxo sanguíneo até o cérebro e, segundo a ciência, movimenta 29 músculos, provoca a pressão de até 12 quilos de um rosto contra o outro e eleva os batimentos cardíacos de 70 para 150 por minuto. “São cerca de 15 calorias perdidas por segundo”, diz a médica.

Graças a esse bombeamento sanguíneo, há um aumento significativo na oxigenação das células, que estimula as funções circulatórias e diminui problemas como insônia, dores de cabeça, libera sentimentos reprimidos, reduz o complexo de rejeição e alivia o estresse. “O beijo é como uma carícia, um sorriso. Primeiramente ele é espontâneo e só depois é modificado pelas nossas vontades, intenções e costumes. Por isso existem diversas formas de beijo”, explica Dra. Karla.

História – Ninguém sabe ao certo como surgiu o Dia Internacional do Beijo. Descobrir quem inventou a data seria igual a procurar uma agulha no palheiro. Alguns pesquisadores dizem que os antigos registros sobre o beijo são de 2500 a.C., por conta de algumas imagens do templo de Khajuraho, na Índia. Na antiguidade, na região da Suméria, antiga Mesopotâmia, era comum as pessoas enviarem beijos aos deuses. Gregos e romanos também mantinham a pratica de beijar guerreiros que voltavam de batalhas, como uma espécie de reconhecimento pela luta. Os imperadores romanos permitiam-se ser beijados na boca pelos nobres mais influentes. Já aos menos importantes, o cumprimento era feito nas mãos. Aos súditos só era permitido beijar os pés. Ainda há uma lenda que, na Itália, um homem chamado Enrique Porchelo era um verdadeiro “Don Juan” e beijava todas as mulheres da vila, inclusive as casadas. No dia 13 de abril de 1882, o padre local, incomodado com o comportamento do rapaz, teria oferecido um prêmio em moedas de ouro às mulheres que não tivessem ainda sido beijadas por ele. Nenhuma mulher teria aparecido para pegar o prêmio. A palavra beijo vem do latim, basium, e significa toque dos lábios. No dicionário, sua definição aparece como ato de pousar os lábios em alguém ou em alguma coisa.

No cinema – O primeiro beijo na boca visto no cinema foi no filme “O Beijo” (The Kiss), em 1895, entre os atores May Irvin e John C. Rice. Depois disso, o filme “Casablanca” (1942); o amor intenso de Burt Lancaster e Deborah Kerr em “A um passo da eternidade” (1953); e o beijo em meio a um jantar romântico na animação “A dama e o vagabundo” (1955), produzida pela Disney em 1955, tornaram o beijo cada vez mais popular e indispensável nas grandes produções. Além deles, muitos filmes ajudaram consagrar cenas de beijo inesquecíveis, como o beijo de cabeça para baixo entre o Homem-Aranha e a amada Mary Jane, no longa “Homem-Aranha” (2002). (A tarde)

Geraldo Luís humilha câmera da Record, que desabafa no Facebook

Um vídeo do apresentador do “Balanço Geral SP”, Geraldo Luís, está correndo a internet nesta terça (22). O fato ocorreu na abertura do programa da última segunda (21), quando ao chamar o operador de câmera que normalmente faz a sua atração, ele percebeu que o mesmo não estava lá. Quem operava o equipamento no momento era outra pessoa, o cinegrafista Valdeir Ferreira, que é contratado da Record há cinco anos. Porém, Geraldo começou a humilhar o rapaz: “Quem é você? Você é câmera mesmo? Eu nunca vi essa cara aqui na Record! Tô de olho em você, hein? Se você errar, você vai voltar a filmar casamento. Cara de morto. O moleque tem cara que vende quindim…”.

Valdeir não gostou nada das brincadeiras do apresentador e desabafou no Facebook: “Nunca imaginei que pudesse ser tão humilhado profissionalmente e pessoalmente como fui hoje! A pessoa com que o apresentador está falando nesse vídeo sou eu…fiquei muito bravo e chateado, por ser obrigado a passar por essa situação após 5 anos de empresa. Poderia ter batido boca com ele, mas minha falecida mãe e meus irmãos me educaram para ser um HOMEM HONRADO, e não uma pessoa que necessita pisar na cabeça de alguém para se sentir poderoso, ou engraçado. Gostaria de dizer muitas coisas aqui, mas, como sou profissional, não direi mais nada para não perder a razão. Só gostaria que as pessoas que aparecem na mídia se dizendo tão boas e humildes, aprendessem a respeitar aqueles que auxiliam para que a cara deles esteja no ar todos os dias”.

Britânico recupera visão após implantar o próprio dente no olho

Um britânico voltou a enxegar depois de passar por uma cirurgia para implantar um dente e um pedaço da mandíbula em seu olho. Ian Tibbetts, de 43 anos, começou a perder a visão há 12 anos, depois de sofrer um acidente de trabalho que rasgou sua córnea em seis lugares. Com o tempo, ele passou a ver apenas sombras e formas sem nenhum foco. Graças a essa cirurgia radical, ele voltou a enxergar e pôde, pela primeira vez, ver seus dois filhos gêmeos. Tibbets é o personagem central do documentário “The Day I Got My Sight Back” (O Dia que eu Consegui Minha Visão de Volta), da rede BBC, exibido no início do mês. Nele, todo o processo pré e pós-operatório do britânico é relatado e intercalado com depoimentos de pessoas que fizeram a mesma cirurgia. Mas, afinal, por que o dente? É que, como o dente e os tecidos usados pelo procedimento são do próprio paciente, o corpo não rejeita o material – um problema comum em situações de transplante. O procedimento chama-se osteo-odonto-queratoprótese (OOKP) e funciona em duas etapas. Na primeira, são removidos um dente e uma parte da mandíbula do paciente. Depois, uma lente especial é inserida dentro do dente – como se este fosse uma moldura. Então, ele é colocado dentro da órbita ocular. Após alguns meses, quando o dente começa a criar tecidos e desenvolver fluxo sanguíneo, vem a segunda parte. A córnea é aberta e removida e o dente é, finalmente, ligado à órbita ocular, fazendo com que o paciente consiga ver. (Revista época)

Utinga terá representante no Miss Bahia Global 2013

Foto: Marcio Douglas Studio

A personal trainer Thais Montrel 21 anos, representará a cidade de Utinga no conceituado concurso de beleza, Miss Bahia Global 2013. A jovem utinguense, que atualmente cursa Educação Física, pretende concluir os estudos, exercer a profissão e, seguir a carreira de modelo. Ela afirmou ainda, que pensa em cursar Nutrição. Thais foi convidada pelos diretores do concurso, que também são responsáveis pelo Miss Brasil Teen Universe, entre outros. O evento acontecerá nos dias 30 e 31 de outubro e a coroação será no dia 01 de novembro 2013 no Gran Fest em Irecê.
Thais Montrel já participou de outros eventos do gênero, sendo vencedora do Miss Utinga em 2012.
Em entrevista ao Blog do Léo Barbosa, a jovem afirmou estar confiante e deixou uma mensagem motivacional:


Nunca canse de tentar!

Nunca canse de persistir naquilo que você acreditar e quer para sua vida!
O seu único adversário é você mesmo! A força precisa vir de dentro para fora.
Se você não ultrapassar suas barreiras, ninguém vai poder fazer isso por você!
“Somos o que pensamos. Tudo o que somos surge com nossos pensamentos. Com nossos pensamentos, fazemos o nosso mundo.” (Buda)

Foto: Marcio Douglas Studio

MISS BAHIA 2013

Thais Montrel
Data de nascimento: 29 de novembro de 1992
Natural de: Utinga Bahia
Olhos: Castanhos
Cabelos: Pretos
Altura: 1,60 m
Peso: 57 Kg
Cintura: 66 cm
Quadril: 99 cm
Busto: 87 cm
Signo: Sagitário
Ocupação: Personal Tainer
Hobby: Academia, treinar musculação, ler…
Sonho: Terminar a faculdade, e me tornar uma profissional na área de Educação Física, seguir a carreira de modelo, e cursar Nutrição.
Blog do Léo Barbosa
Foto: Marcio Douglas Studio

Emoção: mãe se despede dos filhos mortos em acidente na Ondina

A emoção tomou conta do cemitério Campo Santo, na Federação, na manhã deste sábado (12) em Salvador. Os corpos dos irmãos Emanuel e Emanuelle Gomes Dias, de 22 e 23 anos, estão sendo velados em uma das capelas do local. Marinúbia Gomes Dias, mãe dos jovens, chegou ao local muito emocionada.  Ela foi confortada pelos amigos, que também estiveram presentes na despedida. Mais cedo, na rede social Facebook, Marinúbia escreveu: “Meu Deus! que dor… ter que enterrar meus pintinhos!!!!”. 

Os irmãos que trabalhavam como modelos foram mortos após a médica Kátia Vargas, a bordo de um veículo Kia Sorento, ter tocado na motocicleta onde estavam. Eles colidiram contra um poste e morreram no local. O acidente aconteceu na manhã de sexta-feira (12), no bairro de Ondina e foi registrado por câmeras instaladas na região. Veja aqui. 

Vídeo mostra momento em que médica persegue casal de irmãos em Ondina

Câmeras de segurança flagraram o exato momento em que a médica Kátia Vargas Leal, 45 anos, perseguiu e jogou o carro contra o casal de irmãos Emanuel e Emanuelle Gomes Dias, de 22 e 23 anos, que morreu na hora (veja aqui). O acidente aconteceu nesta sexta-feira (11). Segundo relatos de testemunhas, os irmãos teriam discutido com Kátia antes do ocorrido. A médica permanece sob custódia no Hospital Aliança.(Bahia Notícias)

No Brasil, 37% das cidades são atendidas por uma só empresa de celular

Desaprovar um serviço de celular e recorrer a outro não é uma opção para os moradores de 37% das cidades brasileiras. Esses municípios são atendidos por apenas uma operadora de celular, segundo levantamento realizado pelo G1 na base de dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A realidade é vivenciada por 2.056 das 5.565 cidades do Brasil. No entanto, em 15 dos 26 Estados mais o Distrito Federal o índice de municípios onde opera apenas uma empresa de celular é superior à média brasileira. Composto por Mato Grosso, Goiás, Rondônia, Minas Gerais, Acre, Pará, amazonas, Bahia, Paraíba, Amapá, Rio Grande do Norte, Roraima, Tocantins e Maranhão, o grupo é encabeçado pelo Piauí, onde chega a 79% o número de municípios com apenas uma prestadora de serviços de celular. Por meio da rede celular, é ofertada também pacotes de internet móvel.

Os números levantados mostram ainda que mais da metade (50,93%) dos municípios brasileiros têm seus consumidores disputados por apenas duas operadoras. A base de dados consultada pela reportagem considera a presença de uma operadora em uma cidade desde que tenha instalada lá uma antena, as chamadas estações de rádio-base (ERB). Durante o lançamento de uma empresa de banda larga em agosto, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, criticou a falta de apetite das empresas de ir para o interior do país. “Nós temos um problema que é as grandes empresas não enxergarem a periferia e o interior. Um choque de competição e inovação é fundamental no mercado.” De acordo Eduardo Levy, porta-voz da Sinditelebrail (sindicato das empresas de telecomunicações), as companhias não são multadas, porque “o Estado brasileiro assim decidiu”. Ele afirma que a baixa presença ocorre porque as empresas cumprem apenas o estabelecido pela Anatel em seus editais.“O Brasil não é o que nós vivemos aqui, você em São Paulo, eu em Brasília. Quando a Anatel prepara um edital para cobrir o Brasil inteiro, ela junta áreas de grande interesse econômico financeiro, com áreas onde não há nenhum interesse ou baixo interesse, áreas onde a implantação é mais barata com áreas onde a implantação é mais onerosa”, explica –no Distrito Federal, há mais de quatro operadoras e, no Estado de São Paulo, só 8% das cidades são atendidos por  uma única empresa de celular. Além disso, o executivo argumenta que apenas 8% da população vivem em cidades O cumprimento das regras também é responsável pelo apagão de sinal em algumas estradas, diz Levy. “Não há obrigação de cobrir um só metro de estrada nenhuma. Ao contrário, toda e qualquer que tiver o serviço de celular, ou está dentro da área de cobertura do município, ou tem um interesse que as empresas descobriram posteriormente.” De fato, as regras estabelecidas pela Anatel afirmam que, se houver cobertura de 80% do principal distrito de uma cidade, aquele município está coberto. Levy também lembra que o edital do 3G realizado no Brasil em 2009 fixava que 927 municípios deveriam ser atendidos pela tecnologia até abril de 2013. No entanto, hoje, 3.114 tem acesso ao serviço. (G1)

Gusttavo Lima lança clipe com música de Pablo; assista

O cantor Gusttavo Lima já disponibilizou no YouTube o vídeo do hit ‘Fui Fiel’, sucesso na Bahia na voz do cantor Pablo do Arrocha. A produção já foi vista por mais de 57 mil pessoas em menos de 24 horas, tendo alto índice de aprovação pelos internautas.


Gusttavo Lima no clipe ‘Fui Fiel’
“Meus amores, espero que gostem do vídeo do meu mais novo sucesso”, declarou Gusttavo Lima nas redes sociais. A música é de autoria de Fabinho O’Brian, Filipe Escandurras, Magno Sant’anna e do próprio Pablo, que gravou a versão original e autorizou a regravação.
O lançamento coloca fim nos boatos que davam conta de um suposto processo movido por Pablo contra o sertanejo, fato negado pela assessoria de imprensa do cantor baiano. “O que se deu foi um desconforto da minha parte, e da minha equipe, já que Gusttavo deu inicio a uma divulgação prévia em suas redes sociais, além de incluir Fui Fiel, no repertório dos seus shows e a gravação do hit em seu novo álbum, sem a minha autorização e a dos meus parceiros compositores, nesta canção.”, explicou Pablo em nota oficial.

Criança nasce sem braços e sem pernas em Fortaleza

No Conjunto São Domingos, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, uma criança nasceu com uma má formação congênita. A criança não tem pernas e braços, também tem lábio leporino e um problema cardíaco.
A família procurou a produção do Programa Gente na TV pois não tem condições financeiras de cuidar da criança. Para ajudar você pode entrar em contato com a produção: 3466-2042/3466-2040. Acompanhe essa emocionante história: (Tribuna do Ceará)