Na raspa do tacho

por Ricardo Luzbel
Na raspa do tacho

Os fornecedores da prefeitura de Salvador que se preparem. Os primeiros números das contas que ficarão em aberto sem lastro financeiro em caixa para serem assumidos pelo novo prefeito ACM Neto giram em torno de R$ 300 milhões. Contrariando a Lei de Responsabilidade Fiscal, o governo de João Henrique contratou serviços e agora, no apagar das luzes, não tem caixa para pagar. Para empenhar como restos a pagar, a Secretaria da Fazenda (Sefaz) precisa ter os recursos até o dia 31 deste mês, e isto só Papai Noel acredita. Os fornecedores, assim como os técnicos da transição, estão assombrados com tamanho descalabro nas contas municipais.